'A ferida está aberta', diz Guerrero sobre vexame do Fla na Libertadores

Do UOL, no Rio de Janeiro

O Flamengo garantiu nesta quarta-feira (25) uma vaga nas quartas de final da Copa do Brasil. A vitória por 2 a 1 sobre o Atlético-GO foi sofrida, mas nem sequer comemorada no vestiário pelos atletas. Autor do primeiro gol do jogo, o atacante Paolo Guerrero não escondeu que a eliminação na primeira fase da Copa Libertadores ainda tem impacto no dia a dia rubro-negro.

"A ferida está aberta. São nas noites que pensamos que poderíamos ter dado um pouco mais no objetivo de sair campeão da Libertadores. É complicado esquecer, mas precisamos fazer isso. Não comemoramos a classificação, pois ainda dói muito", afirmou.

"Queremos ser campeões de muita coisa, mas abate um pouco e complica. Precisamos esquecer para não nos atrapalhar daqui para frente", completou.

Autor de 13 gols em 20 jogos na temporada, Guerrero não se deixa levar pela performance individual. Com a timidez característica das suas entrevistas, o camisa 9 minimizou os feitos.

"O principal é colaborar com o time. É sempre importante fazer gol, mas lutar pelas bolas e brigar pelos resultados é mais importante do que tudo", encerrou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos