Abel evita reclamar do juiz e elogia apoio da torcida: "Me emocionei"

Do UOL, no Rio de Janeiro

A derrota por 2 a 0 para o Grêmio e a consequente eliminação do Flu na Copa do Brasil foi recebida com um misto de emoções pelos homens que comandam o futebol do clube. De um lado, a frustração pela atuação do árbitro Thiago Duarte Peixoto, que expulsou Nogueira logo no início do jogo. Do outro, o orgulho da reação da torcida.

Após a queda, o técnico Abel Braga foi para a entrevista acompanhado de Fernando Veiga, vice de futebol do clube. O técnico evitou mirar a sua artilharia para o juiz, mas revelou sua emoção com a atitude dos tricolores, que apoiaram o time os 90 minutos.

"Conheci um lado do torcedor que não conhecia. Falei aos meus jogadores que não me empolgo. Hoje me empolguei e me emocionei", disse o técnico.

Sobre o lance capital da partida, Abel preferiu não se desgastar e se expor. Ele disse que não falaria da atuação do paulista, mas lembrou de outra trapalhada do juiz:

"Não quero falar da expulsão. No Palmeiras x Corinthians, esse árbitro foi suspenso por expulsar um jogador errado".

Coube a Veiga falar com mais detalhes sobre a atuação da arbitragem. O cartola disse que vai pedir para a CBF que Peixoto não mais apite partidas do Tricolor.

"É complicado falar de arbitragem quando a gente perde. Mas foi totalmente sem critério", avaliou.

Após o compromisso pela Copa do Brasil, o Flu volta as atenções para o Brasileiro. No sábado, os cariocas recebem o Vitória, às 18h, no Maracanã.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos