Renato elogia avanço do Grêmio, mas pede calma: "Ainda precisa melhorar"

Do UOL, em Porto Alegre

Renato Gaúcho comemorou a classificação do Grêmio às quartas de final da Copa do Brasil com parcimônia. Depois de aplicar 2 a 0 em pleno Maracanã, nesta quarta-feira (31), e carimbar a vaga o treinador pediu calma diante da boa atuação do Tricolor. Mas ao mesmo tempo, apontou o domínio e gols perdidos para dizer que a vitória poderia ter sido maior.

"Nenhum time chega ao seu limite. O Grêmio ainda precisa melhor bastante", disse.

Depois de fazer 3 a 1 em casa, o Grêmio não esperou o Fluminense. Abriu 2 a 0 cedo e teve outras chances no primeiro tempo para ampliar o placar. Na etapa final, controlou o jogo e não correu riscos.

"Eu estou muito satisfeito com meu time, meu grupo. Enfrentamos um gigante do futebol brasileiro... Viramos em Porto Alegre, mesmo com vários jogadores fora. E mais uma vez, viemos ao Maracanã e conseguimos uma grande apresentação novamente. Muita gente pode falar que eles estavam com 10, mas desde o início a gente estava criando. Dominando. Mesmo depois de fazer os gols a gente conseguiu jogando, criando. Poderíamos ter feito um placar maior, mas ficou de bom tamanho", comentou Renato Gaúcho.

O nível de atuação, contudo, não faz Renato saiu da linha. Mesmo depois de nova vitória, o treinador pediu calma com projeção de título ou status de favorito.

"É muito cedo para falar em ser o campeão, falta muita coisa ainda. Vamos degrau a degrau. Temos pessoas inteligentes aqui dentro e a gente conversa semana a semana", comentou.

O Grêmio volta a campo no domingo, quando enfrenta o Vasco em Porto Alegre, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos