Mancini discute com Ábila e pede desculpas após confusão na Arena Condá

Daniel Fasolin

Colaboração para o UOL, em Chapecó

Um dos mais irritados após a eliminação da Chapecoense para o Cruzeiro, na Copa do Brasil era o técnico Vagner Mancini. O treinador da Chapecoense chegou a chutar e quebrar a porta do vestiário utilizado pelo Cruzeiro na Arena Condá. O atacante celeste Ramón Ábila, inclusive, provocou Mancini após o incidente, e os dois bateram boca.

"Vai arrebentar a porta novamente? Quase acabou com a porta. Vai fazer novamente aqui? Aproveita e bate na porta agora", disse o jogador argentino, ao que Mancini reagiu: "Meu amigo, você está engraçadinho, hein?".

Após alguns minutos, bem mais calmo, Mancini concedeu entrevista coletiva. Ele aproveitou para pedir desculpas e esclarecer a situação.

"Já quero pedir desculpas por tudo o que aconteceu. Não queremos mudar a imagem de um clube que está se reconstruindo. No momento que cheguei para tirar os jogadores da confusão, foi atirado um copo na minha direção e bateu eu mim. Na hora fiquei tenso, mas a gente sabe que isso não pode acontecer. Somos defensores de um futebol sem violência. Mas na hora, espero que ninguém julgue, mas os nervos estavam à flor da pele, tínhamos acabado de ser desclassificados. Vamos de zero a dez muito rápido. Volto a dizer e peço desculpas por tudo que foi mostrado, que foi visto por vocês. Esse não é o pensamento da Chapecoense", disse o treinador.

SporTV/Reprodução
Imagem registra Diogo Barbosa atirando copo d'água
Sobre o copo que atingiu Vagner Mancini, as imagens do Sportv mostram o lateral esquerdo Diogo Barbosa arremessando o objeto citado pelo treinador. Porém, pela televisão, não fica claro que se o copo que atingiu Mancini foi o mesmo atirado pelo camisa 6 do Cruzeiro.

Já sobre o jogo, Vagner Mancini viu a Chapecoense melhor do que o Cruzeiro. O treinador evitou entrar em detalhes sobre o desempenho da arbitragem, mas citou o gol marcado por Wellington Paulista, que na opinião do treinador foi legal.

"Não quero falar sobre a arbitragem e a Chape foi melhor que o Cruzeiro nos dois jogos e temos que aceitar que estamos fora. Nos merecíamos a classificação pelo que jogamos nos dois jogos, mas ela não veio e agora temos que pensar no próximo jogo", completou Mancini, que foi o único a falar após a confusão. Por pedido da assessoria de imprensa da Chapecoense, nenhum jogador deu entrevistas na saída do vestiário.

E o próximo jogo justamente contra o Cruzeiro, neste domingo, às 19h, no Mineirão, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. As duas equipes somam sete pontos, mas a Chapecoense leva vantagem nos critérios de desempate.

Mancini elogia Chape e se esquiva de polêmicas

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos