Grêmio faz 'tira-teima' com Atlético-PR no início de maratona decisiva

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

O Grêmio abre sua série de jogos decisivos contra um rival bem conhecido. Nesta quarta-feira (28), o Tricolor recebe o Atlético-PR em jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Esta será a terceira vez nas últimas quatro edições do torneio que os clubes se cruzam. Até agora, uma classificação para cada lado.

O 'tira-teima' em confrontos pela Copa do Brasil também faz o Grêmio defender uma marca na competição. E, curiosamente, também ligada ao Atlético-PR.

Atual campeão, o Grêmio não perde há oito jogos no torneio. A última derrota foi para o time paranaense, em plena Arena. Depois de vencer fora, o Tricolor tropeçou em casa e conseguiu chegar às quartas de final de 2016 nos pênaltis.

"O Atlético, já de alguns anos, nos dá bastante trabalho. Ano passado pegamos eles nas oitavas, eliminamos nos pênaltis. Trocaram-se peças e até a forma de jogar, mas a base da equipe é a mesma", disse o lateral direito Edilson.

O confronto do ano passado é a classificação do Grêmio no histórico dos duelos. O triunfo do Furacão ocorreu em 2013, na semifinal. Naquele ano, Dellatorre marcou o gol do Atlético-PR no jogo de ida e na segunda partida, em Porto Alegre, o placar ficou fechado.

"A gente já vem enfrentando o Atlético várias vezes, já foram pedra no nosso sapato. Eles têm uma metodologia, um grupo que vem junto há tempos e aproveitando bem as categorias de base. Já enfrentamos no Brasileiro, agora eles vivem um bom momento", comentou Ramiro.

A ideia do Grêmio é a mesma empregada na Copa do Brasil de 2016: encaminhar a vaga no jogo de ida. Ou, pelo menos, construir uma boa vantagem e ficar em cenário favorável. Foi assim contra Palmeiras, Cruzeiro e Atlético-MG na caminhada até o penta.

"Vamos ter que impor o nosso ritmo e não sofrer gols, sabemos como isso é importante", frisou Ramiro. "A gente sempre, desde o ano passado, tenta falar que é preciso levar uma vantagem para o segundo jogo. É dessa forma que vamos entrar no jogo. Se possível, não levar gols. Mas em busca da maior vantagem possível. É o primeiro jogo, mas ele decide muita coisa", corroborou Edilson.

A partida em Porto Alegre marca o início de uma série pesada de jogos para o Grêmio. Depois de encarar o Atlético-PR, o Tricolor enfrenta o Palmeiras no sábado e no dia seguinte viaja até Mendoza. No interior da Argentina, o time pega o Godoy Cruz pelas oitavas de final da Libertadores. Ao todo, serão 14 jogos em 45 dias.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO X ATLÉTICO-PR

Data e hora: 28/06/2017 (quarta-feira), às 19h30 (Brasília)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Auxiliares: Rodrigo Henrique Correa (RJ) e Miguel Ribeiro da Costa (SP)

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edilson, Geromel, Kannemann e B. Cortez; Michel, Arthur, Ramiro, Luan e Pedro Rocha; Lucas Barrios
Técnico: Renato Gaúcho

ATLÉTICO-PR: Weverton; Jonathan, Wanderson, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Matheus Rossetto, Lucho González, Nikão e Douglas Coutinho; Grafite
Técnico: Eduardo Baptista

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos