Dudu dedica empate a Fabiano e "dá os parabéns" a Borja por atuação

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo

Dudu fez questão de dedicar para Fabiano o empate na raça do Palmeiras contra o Cruzeiro por 3 a 3, na partida da ida das oitavas de final. O lateral foi substituído por Egídio ainda no primeiro tempo quando o Cruzeiro vencia por 3 a 0 e foi muito vaiado pelos mais de 30 mil pessoas no Allianz Parque na noite desta quarta-feira. 

O camisa 7 afirmou que o lateral direito ficou muito chateado e que todos deviam dedicar a recuperação para ele. A torcida também foi lembrado pelo atacante.

"A gente devia ao torcedor, devia ao Fabiano que foi sacrificado. Ofereceu também esse empate para ele, porque ele estava muito triste. E ficamos muito triste por isso, por ele ter sido sacrificado. Tenho certeza que ele vai jogar aqui. E vai nos ajudar", afirmou o camisa 7 na zona mista do estádio alviverde.

Além disso, o capitão palmeirense disse aproveitou para elogiar o desempenho de Miguel Borja, que entrou no segundo tempo e participou de dois dos três gols da equipe paulista.

"Ficamos triste por ele estar no banco, estar vivendo esse período de adaptação, mas sabemos da qualidade que ele tem. Ele não chegou aqui à toa, foi a maior contratação do time. Tem toda a condição de jogar e fazer o que fez. Nós demos o parabéns para ele, porque precisamos reconhecer que ele entrou bem. Esperamos que ele continue evoluindo", completou. 

Zé Roberto também lembrou jogos épicos como a virada em cima do Peñarol e destacou que o Palmeiras precisa ter mais atenção.

"Já passamos por situações similares, contra o Peñarol, em jogos passados que revertemos o resultado. Essa esperança nos fez fazer um bom jogo no segundo tempo, deixando aberto para a partida de volta", completou. 

Cuca sai em defesa de Fabiano após tirá-lo no 1º tempo

O técnico Cuca também tratou de defender o lateral Fabiano depois do compromisso desta quarta-feira. O comandante tratou de explicar a substituição do camisa 22 ainda na primeira etapa e garantiu: segue com o jogador nos planos, apesar da atuação contestadíssima pelos torcedores.

"O Fabiano...não foi ele o responsável pela nossa derrota no primeiro tempo, até no meio tempo jogaram por ele; poeria ter saído qualquer outro", afirmou Cuca.

"Às vezes você faz uma mexida e acende alguma coisa, mostra que não está contente, tenta mostrar algo diferente. O Fabiano tem toda nossa confiança e vai continuar sendo utilizado", finalizou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos