Mano nega Cruzeiro desligado após intervalo e reconhece mérito do Palmeiras

Do UOL, em Belo Horizonte

Apesar de ter ido para o intervalo com uma vitória parcial por 3 a 0, mas ter terminado o jogo contra o Palmeiras com um empate em 3 a 3, o técnico Mano Menezes evitou lamentar sobre a queda de rendimento do Cruzeiro no segundo tempo e apontar possíveis causas e culpados pelo triunfo que parecia certo, mas que não aconteceu. Pelo contrário, o treinador reconheceu os méritos do time paulista para correr atrás do prejuízo e deixar tudo igual na primeira partida das quartas de final da Copa do Brasil.

"Foi um grande jogo. Fizemos um primeiro tempo muito bom, construímos três gols, o que é difícil fazer fora de casa. Tínhamos uma ideia no vestiário de que o Palmeiras não iria aceitar isso de bom grado e que iriam, de uma maneira ou outra, tentar dar uma resposta. E fez isso de uma maneira diferente, com bolas erguidas na área, disputadas na força. Quando vimos, aos 25 minutos do segundo tempo, o jogo já estava 3 a 3 . Méritos das duas equipes. Fica o gosto de ter escapado a vitória, mas costumo ser muito maduro com isso, é importante valorizar nossas virtudes", comentou.

Na etapa inicial, o Cruzeiro balançou as redes nas três vezes em que finalizou ao gol, com Thiago Neves, Robinho e Alisson. Porém, toda a segurança dos primeiros 45 minutos caiu por terra após o intervalo e a equipe mal conseguiu chegar ao campo de ataque. Dudu, por duas vezes, e Willian deixaram tudo igual. Sobre os 20 minutos que renderam a igualdade paulista, Mano foi questionado sobre um possível início de etapa final desligada do Cruzeiro, mas descartou a possibilidade de um eventual apagão e preferiu reconhecer a pressão exercida pelos anfitriões.

"Futebol não tem botão de liga e desliga. A gente imagina um jogo, mas às vezes não sai como a gente imagina. O Cruzeiro não entrou desligado, mas teve dificuldade em alguns tipos de jogadas. Isso é sinal de estar um pouquinho afoito, de receber uma pressão e reagir de forma desmedida, mas faz parte. Vamos levar o segundo jogo e tentar confirmar nossa classificação", acrescentou Mano.

Apesar do empate no jogo da ida, o Cruzeiro ainda se encontra com boas condições para ir às semifinais da Copa do Brasil. A segunda partida acontecerá daqui a um mês, no dia 26 de julho, no Mineirão, e a equipe pode até empatar por até dois gols que ficará com a vaga.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos