Para manter escrita contra o Atlético-MG, Botafogo precisa parar algoz Fred

Bernardo Gentile e Victor Martins

Do UOL, no Rio de Janeiro e Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Fred fez gol nas últimas três vezes que enfrentou o Botafogo

    Fred fez gol nas últimas três vezes que enfrentou o Botafogo

Atlético-MG e Botafogo abrem nesta quinta-feira, às 19h30, no Estádio Independência, em Belo Horizonte, uma das quartas de final da Copa do Brasil. Em casa, a equipe mineira precisa fazer um bom resultado para levar alguma vantagem para o jogo da volta, marcado para o fim de julho, no Rio de Janeiro. E o Galo conta com alguém especial neste sentido. Nenhum outro clube sofreu tantos gols de Fred quanto o Botafogo.

São 16 gols em 24 partidas contra a equipe carioca, por Cruzeiro, Fluminense e o próprio Atlético. No Brasileirão do ano passado, por exemplo, Fred jogou três vezes contra o Botafogo e marcou em todos os jogos. Foi um pelo Fluminense e os outros dois já com a camisa alvinegra.

Então, para o Atlético, é importante que Fred mantenha esse bom desempenho nos jogos com o Botafogo. Companheiro de Fred no ataque, Robinho revelou que os jogadores se sentem mais à vontade quando enfrentam clubes em que o retrospecto é positivo. "Claro que faz diferença. Apesar de cada jogo ser uma história, ter um bom número de gols contra um adversário dá confiança. Espero que o Fred continue marcando, o que vai nos ajudar".

Além de ter o Botafogo como maior vítima, Fred está em busca de um recorde na Copa do Brasil. Com 34 gols, o atacante do Atlético é o segundo jogador com mais gols na história do torneio. O atleticano está atrás apenas de Romário, que anotou 36 tentos nas vezes em que disputou a competição.

Com três classificações em três duelos com o Atlético pela Copa do Brasil, o Botafogo sabe que parar Fred é fundamental para avançar à semifinal. O Botafogo vinha embalado por uma sequência de bons resultados no Campeonato Brasileiro, mas a derrota para o Avaí, na última segunda-feira, no Nilton Santos, foi um balde de água fria na equipe. Mesmo assim, os cariocas estão confiantes para a partida contra o Atlético-MG já que têm tido boas atuações como visitante.

E a confiança fica explícita nas palavras de Rodrigo Lindoso. O volante reconhece o forte elenco do adversário desta quinta-feira, mas fala em duelo equilibrado mesmo atuando em Belo Horizonte. Nem mesmo Fred e cia tiram o brio dos botafoguenses.

"Tem jogadores de muita qualidade. Jogadores de seleção. Essa é a maior dificuldade. Já passamos por isso. Nos últimos anos éramos muito contestados e demos resposta positiva. Hoje nem se contesta muito. É um estádio acanhado e torcida próxima, o que é um algo a mais. Já lidamos com isso antes. Estamos bem e vamos fazer um bom jogo. Os nomes ficam no papel. Precisa fazer dentro de campo. Acredito em mim e nos meus companheiros. Respeitamos eles, mas sabemos do nosso potencial", disse o volante do Botafogo.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG X BOTAFOGO

Data: 29 de junho de 2017, domingo
Horário: 19h30 (de Brasília)
Motivo: Quartas de final da Copa do Brasil
Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (Fifa/PA)
Assistentes: Kleber Lucio Gil (Fifa/SC) e Bruno Boschilia (Fifa/PR)

ATLÉTICO-MG: Victor, Yago, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Rafael Carioca, Elias, Luan e Cazares; Robinho e Victor.
Técnico: Roger Machado.

BOTAFOGO: Gatito Fernandez, Arnaldo, Joel Carli, Igor Rabello e Victor Luis; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, João Paulo e Camilo; Rodrigo Pimpão e Roger.
Técnico: Jair Ventura.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos