Após morte de ex-companheiro, Jefferson atuará com nome de Max na camisa

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Divulgação/Botafogo

    Jefferson usará camisa em homenagem ao ex-companheiro Max, que morreu nesta terça

    Jefferson usará camisa em homenagem ao ex-companheiro Max, que morreu nesta terça

O Botafogo preparou uma noite de homenagens ao ex-goleiro Max, que morreu nesta quarta-feira, vítima de uma doença autoimune ainda não identificada. O ex-goleiro do Alvinegro foi companheiro por alguns anos na primeira passagem de Jefferson, que fará homenagem diante do Atlético-MG, na Copa do Brasil.

Em baixo do número 1, o goleiro apresentará o nome de Max e não o seu como de costume. Jefferson chegou ao Botafogo em 2003 e foi reserva de Max, titular na campanha do retorno do Alvinegro à Série A naquele ano.

Além da homenagem de Jefferson, o Botafogo já avisou que fará um minuto de silencio antes do início do jogo.

Max sofreu uma tentativa de assalto em junho e sofreu uma fratura na mão devido ao impacto da colisão entre seu carro e dos criminosos. Duas semanas depois, no entanto, ele acordou desorientado com muita dores na cabeça.

Levado a um neurologista, foi internado no Hospital da Lagoa, onde ficou por 30 dias, sem ter seu caso solucionado. Inicialmente, os médicos desconfiavam que o edema cerebral havia sido causado na colisão.

Porém, nenhum dos tratamentos resultaram da maneira esperada. Ainda sem diagnóstico certo, o corpo médico avisou a família que Max tinha uma doença autoimune.

No domingo, Max foi retirado do sedativo, mas não acordou. Exames foram feitos e constataram a morte cerebral nesta quarta-feira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos