Estreia de Micale e freguesia: Botafogo e Atlético-MG decidem vaga na semi

Bernardo Gentile e Thiago Fernandes

Do UOL, no Rio de Janeiro e em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Estreia de Micale é um dos ingredientes que incrementam o duelo entre Botafogo e Galo

    Estreia de Micale é um dos ingredientes que incrementam o duelo entre Botafogo e Galo

Botafogo e Atlético-MG decidem, nesta quarta-feira, uma vaga na semifinal da Copa do Brasil. Após vitória por 1 a 0 em Belo Horizonte, os mineiros tentarão pôr fim a uma freguesia histórica em jogos de mata-mata entre os clubes. Sem Fred e vários outros desfalques, o Galo conta com a estreia do técnico Rogério Micale como trunfo.

Os cariocas, por outro lado, descansaram na última rodada do Brasileiro de olho no decisivo confronto da Copa do Brasil. Além de negar o histórico positivo, dizendo que isso não entra em campo, o Botafogo sabe que o adversário virá ainda mais mordido e espera usar isso a seu favor.

Nos passos de Jair Ventura?

A demissão de Roger Machado fez a diretoria do Atlético-MG recorrer a um nome conhecido pelos torcedores. Rogério Micale, que esteve à frente das divisões de base do clube por sete anos (entre 2009 e 2015), foi o escolhido para o cargo.

Uma das ideias da cúpula é ter um técnico que conheça os jovens do elenco e também o estilo predileto da torcida. A tática é semelhante à adotada no Botafogo após a saída de Ricardo Gomes, em agosto do ano passado. O treinador eleito pelos cariocas foi Jair Ventura, responsável por revelar jovens em General Severiano por dez anos.

A estratégia do clube da Estrela Solitária surtiu efeito melhor que o esperado e a equipe se classificou para a Copa Libertadores da América, além de fazer boas campanhas neste ano.

Bruno Cantini/Atlético-MG
Rogério Micale foi apresentado por Daniel Nepomuceno no Atlético-MG

O expediente é o mesmo de clubes como Flamengo e Corinthians, que efetivaram Zé Ricardo e Fábio Carille, respectivamente. Os exemplos foram fundamentais para a decisão tomada pelo presidente Daniel Nepomuceno e o superintendente de futebol André Figueiredo. A dupla crê que Micale, que trabalhou por anos com a base do time mineiro, pode ter o mesmo sucesso na Cidade do Galo.

Em sua apresentação, ocorrida nessa segunda-feira (24), na Cidade do Galo, Micale reforçou a "volta à casa":

"É um prazer enorme voltar para a minha casa. Falei para os funcionários: como é bom chegar em um lugar e conhecer as pessoas. Você se sente à vontade, tranquilo. Eu sei da pressão, fiquei aqui sete anos. Sei do peso que tem essa camisa. E a expectativa é a melhor possível. Sei do atual momento do clube, mas vejo o futuro com muito otimismo. Vejo um clube que está a cinco jogos de ser campeão da Copa do Brasil, a sete jogos para ganhar a Libertadores e com tempo e condições para se recuperar no Campeonato Brasileiro", disse.

Freguesia em mata-matas

O embate entre Botafogo e Atlético-MG em jogos eliminatórios normalmente é motivo de felicidade para os cariocas. O Glorioso levou a melhor nos últimos seis mata-matas: Copas do Brasil 2007, 2008 e 2013, Copa Sul-Americana 2008 e 2011 e Copa Conmebol de 1993. Nesses duelos, o clube de General Severiano acumula oito vitórias, três empates e uma derrota. Não está contabilizada o revés no jogo de ida da atual competição, quando os mineiros venceram por 1 a 0.

Desfalques do Galo

Os desfalques atrapalham Rogério Micale em sua estreia como técnico do Atlético-MG. O treinador não contará com nomes importantes para a primeira partida à frente do time.

Dentre os titulares, os problemas são Leonardo Silva e Fred. O zagueiro se recuperou recentemente de contusão muscular da coxa direita e ainda não está à disposição da comissão técnica. O centroavante, por sua vez, está suspenso por receber cartão vermelho no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Ele também sofreu um estiramento na panturrilha direita e para por tempo indeterminado.

Para o jogo desta quarta-feira, o Galo ainda terá desfalques de Alex Silva, Roger Bernardo, Valdívia e Marlone. O quarteto não está inscrito na competição. Uilson, Carlos César, Felipe Santana e Frickson Erazo estão no departamento médico. A lista poderia ser ainda maior se Fábio Santos tivesse lesão diagnosticada no joelho esquerdo após o revés para o Vasco.

Botafogo descansado

Focado no duelo contra o Atlético-MG, o Botafogo decidiu dar descanso a quase todos os titulares. Somente dois (Jefferson e Bruno Silva) foram a campo diante do Atlético-GO na última rodada do Brasileiro – empate por 1 a 1. Isso representa que os cariocas estão querendo muito a caga na semifinal da Copa do Brasil e tentará a virada no Nilton Santos (Engenhão).

BOTAFOGO X ATLÉTICO-MG

Data e hora: 26/06/2017, quarta-feira, às 19h30 (horário de Brasília)
Local: Estádio Nilton Santos (Engenhão), Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (SC)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Marcelo Carvalho Van Gasse (SP)

Botafogo
Jefferson; Emerson Santos, Joel Carli, Igor Rabelo e Victor Luis; Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes, Bruno Silva e João Paulo; Rodrigo Pimpão e Roger
Técnico: Jair Ventura

Atlético-MG
Victor; Marcos Rocha, Gabriel, Bremer e Fábio Santos; Adilson, Rafael Carioca, Elias e Juan Cazares; Robinho e Luan (Rafael Moura)
Técnico: Rogério Micale

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos