"Não tem como explicar", diz Fábio Santos após eliminação do Atlético-MG

Do UOL, em Belo Horizonte

Após vencer o Botafogo por 1 a 0, em Belo Horizonte, o empate era o suficiente para o Atlético-MG avançar à semifinal da Copa do Brasil. Mas com cinco minutos de jogo o time já não tinha mais a vantagem, que acabou com o gol anotado por Joel Carli. No fim, triunfo por 3 a 0 da equipe carioca, de forma inquestionável.

Uma decepção muito grande para um elenco tão caro e recheado de estrelas. Com uma folha de pagamento quase três vezes maior do que a do Botafogo, o Atlético não conseguiu pressionar o adversário. Mesmo quando perdia por 2 a 0, um gol seria o suficiente para dar a classificação aos mineiros. Mas Jefferson não fez uma defesa sequer durante a etapa final. A única intervenção do goleiro foi de cabeça, fora da área.

Na saída do campo, poucos jogadores do Atlético conversaram com a imprensa. Um deles foi lateral esquerdo Fábio Santos. Ao ser questionado de mais um revés da equipe na temporada, o camisa 6 não soube explicar os motivos de um desempenho tão abaixo do que esperado.

"Buscamos explicações, mas não conseguimos encontrar. O momento que a equipe passa é complicado, estamos trabalhando, buscando. Enfim, não tem como explicar. Uma classificação que a gente tinha que saber controlar, jogar com a vantagem. Agora é cada um assumir suas responsabilidades, a cobrança vai ser grande, bola para frente".

O próximo compromisso do Atlético é pelo Campeonato Brasileiro e fora de casa, contra o Coritiba, neste domingo, às 16h, no Estádio Couto Pereira. Com 20 pontos, o Galo está apenas quatro atrás do Sport, o sexto colocado, mas apenas três acima do Avaí, o primeiro time dentro da zona do rebaixamento.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos