Grêmio 'cumpre tabela', vira sobre o Atlético-PR e pega o Cruzeiro na semi

Do UOL, em Porto Alegre

O Grêmio entrou em vantagem sobre o Atlético-PR nesta quinta-feira (27). Tinha ganho por 4 a 0 em Porto Alegre e bastava não ser goleado que seguiria na competição. Mas foi além. Vitória de virada por 3 a 2 (7 x 2 no agregado) e vaga garantida na semifinal da Copa do Brasil para encarar o Cruzeiro.

Ninguém acreditava em reversão de placar. Tanto que os dois times usaram times mistos, preservando alguns jogadores para o Campeonato Brasileiro, que tem rodada no final de semana. E com o gol gremista aos 26 da etapa inicial, que forçaria o Atlético-PR a fazer 6 a 1 para se classificar, o que já parecia apenas protocolar se tornou menos interessante ainda. Sem muito esforço, o clube gaúcho ainda virou e fez 3 a 2.

A decisão sobre Grêmio e Cruzeiro, que revive a semifinal da Copa do Brasil do ano passado, terá mandos e datas definidas nesta segunda-feira, em sorteio na sede da CBF. A outra semifinal será entre Flamengo e Botafogo. 

Pedro Rocha mata o jogo

Se o Atlético-PR chegou a ter alguma esperança de avançar quando abriu o placar, Pedro Rocha tratou de fuzilar. Com uma jogada individual e um chute cruzado, colocou nas redes e sepultou o adversário. No segundo tempo, marcou outro bonito gol após driblar Weverton. 

Bressan falha em gol do Atlético-PR

Bressan não conseguiu acompanhar Pablo dentro da área. O defensor tentou antecipar a jogada e 'marcou a bola' em vez de acompanhar o adversário. Deixou-o livre para abrir o placar do jogo.

Time misto dos dois lados

Nem o Grêmio acreditava que poderia ser eliminado, nem o Atlético era crente em reverter a larga vantagem dos gaúchos. Por isso, ambos os treinadores preferiram utilizar times mistos. Foram reservas de parte a parte, cientes que uma alteração depois do 4 a 0 em Porto Alegre seria muito complicado.

Furacão assusta, mas dura 10 minutos

O Atlético-PR precisava de 4 gols para levar a decisão para os pênaltis. Tarefa difícil para um time que não vencia há oito jogos e contra uma das equipes que melhor tem jogado no futebol brasileiro. Engana-se quem pensa que a motivação fez o Rubro-Negro partir irresponsavelmente ao ataque. Não. Esperou o Grêmio e usou o contra-ataque para marcar. Aos 15 minutos, Douglas Coutinho fez uma boa jogada e encontrou Pablo, que marcou e deu vida a um time que parecia satisfeito com a eliminação. Mas durou pouco. Quando 'resolveu jogar', o Grêmio levou 10 minutos para igualar com gol de Pedro Rocha, que obrigaria o adversário a marcar mais cinco gols para ir à semi. Beirando o impossível.

Marcelo Grohe dá susto e Marcelo Oliveira se lesiona

Antes do jogo, o goleiro Marcelo Grohe de um susto. Aquecendo para a partida, o camisa 1 sentiu fortes dores na mão direita. Com algumas limitações de movimento, o jogador optou por seguir na partida. Não teve maiores problemas durante a bola rolando, ao contrário do colega, Marcelo Oliveira. O lateral esquerdo, ao ser driblado por Douglas Coutinho, torceu o joelho esquerdo. Tentou seguir no jogo, mas foi substituído por Cortez. 

Segundo tempo protocolar com três gols

Com a classificação do Grêmio garantida, o segundo tempo foi protocolar. O cumprimento de tabela contou com o time visitante superior, trocando passes e abusando de jogadas individuais enquanto era 'perseguido' pelos locais, visivelmente inferiores tecnicamente. Até que Everton e Pedro Rocha marcaram e deram a vitória aos gaúchos. Gedoz descontou. 

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR 2 X 3 GRÊMIO

Data
: 27/07/2017 (Quinta-feira)
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Árbitro: Raphael Claus (FIFA, SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Alex Ang Ribeiro (ambos de SP)
Cartões amarelos:  Bressan (GRE); Nicolas (ATL);
Gols: Pablo, do Atlético-PR, aos 15 minutos do primeiro tempo; Pedro Rocha, do Grêmio, aos 26 minutos do primeiro tempo; Everton, do Grêmio, aos 24 minutos do segundo tempo; Pedro Rocha, do Grêmio, aos 34 minutos do segundo tempo; Felipe Gedoz, do Atlético-PR, aos 46 minutos do segundo tempo; 

ATLÉTICO-PR
Weverton; Cascardo, Kleberson, Wanderson e Nicolas (Sidicley); Eduardo Henrique (Eduardo da Silva), Matheus Rossetto  e Matheus Anjos; Felipe Gedoz, Douglas Coutinho (Yago) e Pablo.
Técnico: Fabiano Soares

GRÊMIO
Marcelo Grohe; Leonardo, Bressan, Kannemann e Marcelo Oliveira (Cortez); Michel, Jailson (Everton), Ramiro (Kaio), Fernandinho e Pedro Rocha; Luan.
Técnico: Renato Gaúcho

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos