Mano projeta nova semifinal entre Cruzeiro e Grêmio: "Agora é a nossa vez"

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

O Cruzeiro tem tudo para encontrar o Grêmio pelo segundo ano consecutivo em uma semifinal de Copa do Brasil. Após eliminar o Palmeiras, os mineiros esperam o jogo desta quinta-feira entre o time gaúcho e o Atlético-PR. O Grêmio ganhou por 4 a 0 no jogo de ida e só perde a vaga se perder por cinco gols de diferença, caso marque um gol.

Em 2016, os mineiros foram derrotados pelos gaúchos. Técnico da equipe no ano passado, Mano Menezes crê que, agora, é a vez de o time de Belo Horizonte chegar à decisão após bater o rival de Porto Alegre.

Embora seja cauteloso ao falar sobre a possibilidade de faturar o quinto título do torneio nacional, o técnico crê que este é o momento do Cruzeiro no torneio:

"O título só pode disputar na final. Agora nós somos um postulante à vaga na final. Vamos pegar o Grêmio, um adversário que enfrentamos exatamente nesse mesmo momento, na semifinal. Mas agora é a nossa vez. Eles tiveram o momento no ano passado, mas têm a Libertadores. O Cruzeiro tem a Copa do Brasil né? O fato de ter passado por circunstâncias neste ano deixou a equipe mais preparada para um momento como esse", comentou.

Mano Menezes ainda fez a sua análise sobre o empate em 1 a 1 diante do Palmeiras nesta quarta-feira (26), pela partida de volta das quartas de final da Copa do Brasil:

"Olha, pensamos que foi um grande jogo, esperávamos um grande jogo, uma dificuldade bem grande. O jogo de lá mostrou que viveríamos aqui um jogo com a intensidade do tamanho dos dois clubes. O Cruzeiro soube se comportar em um jogo grande como esse, como tem que ser. Proporcionou muito pouco ao adversário. Quase nenhum chute a gol do Palmeiras, mesmo com jogadores muito talentosos. Marcamos na frente para dar uma folga no placar pelo menos. Sofremos o gol em uma saída de bola errada nossa, em chute de rebote de bola parada. Faz parte, o futebol é duro. Um gol como esse pode tirar a classificação da gente. O torcedor nos ajudou muito, a gente precisa desse comportamento até o fim. Nessa hora, não tem muita tática, é o coração que vai para o lance", completou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos