T. Neves vira profeta, acerta último pênalti e ergue 1ª taça no Cruzeiro

Enrico Bruno e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

"Ninguém vai segurar esse time esse ano". A frase escrita em fevereiro de 2017 poderia ter sido interpretada como ousada ou imprudente, mas a confiança de Thiago Neves era tanta que o meia, naquela ocasião recém-contratado, já parecia prever que o Cruzeiro terminaria a temporada em alta. E a confirmação da 'profecia' veio nesta noite de quarta-feira, após a vitória nos pênaltis diante do Flamengo, no Mineirão, na decisão da Copa do Brasil. Com o resultado, a Raposa levanta sua primeira taça no ano e se iguala ao Grêmio como maior vencedor do torneio, agora com cinco títulos. Thiago Neves foi o responsável em bater o quinto pênalti na vitória por 5 a 3.

Durante a instabilidade do primeiro semestre, Thiago Neves sofreu com o tuíte que parecia não se concretizar, já que o Cruzeiro foi vice-campeão mineiro e acabou eliminado na primeira fase da Sul-Americana dias mais tarde. Apesar disso, o jogador bancou a mensagem e reafirmou que manteria a mensagem na rede. Hoje, o camisa 30 termina a Copa do Brasil como campeão e líder de assistências (foram seis), além de dois gols.

Próxima meta é de gols e assistências

Além de 'prever o futuro' do Cruzeiro na temporada, Thiago Neves também traçou uma meta particular. Em sua apresentação oficial, o jogador disse que queria terminar o ano com pelo menos 20 gols e entre 15 e 20 assistências. Até agora, o caminho está quase cumprido, tendo ele balançado as redes por 12 vezes e feito o serviço de garçom em 13 oportunidades.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos