Diego vê Flamengo abalado e admite queda: "não vivo melhor momento"

Vinicius Castro

Do UOL, em Belo Horizonte

A derrota para o Cruzeiro, nos pênaltis, na final da Copa do Brasil representou um "duro golpe" no Flamengo. Pelo menos foi assim que Diego, eleito craque da competição, se expressou após deixar o vestiário para deixar o Mineirão. O apoiador, que perdeu a terceira cobrança do Rubro-negro, defendida por Fábio, ainda admitiu queda de rendimento individual.

"Acho que não paguei ninguém para ser o melhor da competição. Se isso aconteceu, é porque tenho algum mérito. Não vivo meu melhor momento individual dentro do Flamengo, mas também não venho de uma queda brusca. As pessoas esperam esse brilho individual, sei dessa expectativa", disse Diego.

"Todo mundo sentiu, foi um golpe duro. Estamos decepcionados. É dia de assimilar esse golpe. É até cedo demais. Estou aqui falando com vocês mais por respeito ao trabalho de vocês, pois é difícil ter noção nesse momento. Foi um golpe muito duro, ainda nem vimos os lances do jogo", completou o apoiador.

Diego estava muito abatido, mas não entregou os pontos. Para ele, o Flamengo ainda tem condições de dar a volta por cima e conquistar título na temporada. O time está nas quartas de final da Sul-Americana (encara o Flu) e é sétimo no Campeonato Brasileiro.

"Tudo vai depender de como nós vamos reagir a partir de agora, com essa derrota. Temos o Brasileiro e a Sul-Americana, dois caminhos mais longos do que seriam a Copa do Brasil. Vai depender da nossa reação. Temos que seguir tentando e fazer nosso melhor. Acredito que vamos terminar essa temporada em alta", apostou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos