Atlético-MG goleia o Botafogo-PB e avança para a 3ª fase da Copa do Brasil

Do UOL, em Belo Horizonte

A estreia do Atlético-MG na Copa do Brasil ainda estava muito viva na mente do torcedor. Empate em 1 a 1 com um futebol muito ruim. O susto de quase ser eliminado por uma equipe pequena fez efeito entre os jogadores e nesta quarta-feira, em João Pessoa, o Galo venceu o Botafogo-PB sem qualquer sofrimento. Triunfo por 4 a 0, no Almeidão, e classificação à terceira fase da Copa do Brasil.

Os gols que classificaram o Atlético foram marcados por Róger Guedes, Cazares, Ricardo Oliveira e Luan. Mas o destaque do jogo foi o venezuelano Otero, presente em todos os gols da noite.

Otero participa dos quatro gols

O início de partida de Otero não foi bom. O camisa 11 do Atlético estava prendendo demais a bola, facilitando a marcação do Botafogo-PB. Mas quando deixou de ser fominha, o venezuelano foi decisivo para a classificação atleticana à terceira fase da Copa do Brasil. Otero deu três assistências, para os gols de Róger Guedes, Ricardo Oliveira e Luan, além de puxar o contra-ataque do gol anotado por Cazares.

Atlético repete time do clássico

Em time que está ganhando não se mexe. O interino Thiago Larghi fez valer uma velha máxima do futebol e diante do Botafogo-PB repetiu a escalação que iniciou o clássico com o América-MG. E, assim como no domingo, nesta quarta-feira o Galo pouco conseguiu trocar passes, abusando bastante das bolas longas e da velocidade.

A pior cobrança de falta em 2018

Aos 39 minutos do primeiro tempo o Botafogo-PB teve uma boa chance para empatar o jogo com o Atlético. Falta na entrada da área e o lateral Fábio Alves foi para a cobrança. Porém, o jogador da equipe paraibana transforma a boa oportunidade na pior cobrança de falta da temporada 2018, pelo menos até agora. A bola passou muito longe do gol defendido por Victor e saiu pela lateral.

Então invicto, Botafogo-PB pouco assusta

Até enfrentar o Atlético, o Botafogo-PB estava invicto na temporada, com oito vitórias e quatro empates, em 12 partidas entre Copa do Nordeste, Campeonato Paraibano e Copa do Brasil. Apesar de ter finalizado mais vezes do que o Galo, o time da casa pouco conseguiu levar perigo ao gol defendido por Victor. Na chance que mais assustou, aos 11 minutos do segundo tempo, o goleiro atleticano defendeu o chute de Nando.

Tranquilidade de Cazares para ampliar o placar

Três minutos depois de entrar no jogo o meia Cazares mostrou muita categoria e tranquilidade para fazer o segundo gol do Atlético. Após contra-ataque puxado por Otero e passe de Elias, Cazares recebeu a bola dentro da área fez um belo gol. O camisa 10 passou pelo goleiro e por um defensor antes de mandar a bola para dentro do gol.

Movimentação de Ricardo Oliveira é compensada

Apesar de vestir a camisa 9, Ricardo Oliveira não é aquele típico centroavante que fica parando dentro da área. Em muitas oportunidades o atacante pegou na bola como um ponto ou até como meia. Inclusive, o primeiro gol da noite saiu após uma roubada de Ricardo Oliveira. E o centroavante atleticano foi compensado com um gol, o terceiro do Atlético, afastando qualquer possibilidade de reação do Botafogo-PB.

Algoz de 2015 no caminho atleticano

Classificado à terceira fase da Copa do Brasil, o Atlético vai enfrentar o Figueirense. A equipe catarinense bateu o Oeste, por 2 a 1, no Orlando Scarpelli, também nesta quarta-feira. O gol do triunfo foi anotado aos 47 minutos da etapa final. A ordem dos confrontos já for sorteada pela CBF. A primeira partida vai ser em Santa Catarina e a volta em Belo Horizonte. Datas e horários devem ser confirmados nesta quinta-feira. Em 2015, nas oitavas de final, o Figueirense eliminou o Galo, com 3 a 2 no placar agregado.

Atlético já tem R$ 3,6 milhões em premiação

Apenas por chegar à terceira fase da Copa do Brasil o Atlético-MG já garantiu R$ 3,6 milhões em premiações. Pela primeira fase, quando enfrentou o Atlético-AC, o clube mineiro ganhou R$ 1 milhão. Nesta etapa, em que bateu o Botafogo-PB, o Galo pegou mais R$ 1,2 milhão. Para jogar a terceira etapa o clube mineiro vai receber R$ 1,4 milhão. Cota que passa dos R$ 5 milhões se o Atlético eliminar o Figueirense. Em caso de classificação à quarta fase, o Galo ganha mais R$ 1,8 milhão.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO-PB 0 X 4 ATLÉTICO-MG

Data: 21 de fevereiro de 2018, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Motivo: 2ª fase da Copa do Brasil
Local: Estádio Almeidão, em João Pessoa (PB)
Árbitro: Rafael Traci (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn e Pedro Martinelli Christino (ambos PR)
Cartões amarelos: Allan Dias, Rafael Jataí e Nando (BPB) Adilson e Patric (CAM)
Gols: Róger Guedes aos 27 minutos do primeiro tempo; Cazares aos 16, Ricardo Oliveira aos 21 e Luan aos 36 minutos do segundo tempo

BOTAOFOGO-PB: Édson; Felipe Cordeiro, Gladstone, Lula e Fábio Alves; Rafael Jataí, Allan Dias (Humberto, aos 25 do 2º), Marcos Aurélio e Carlos Renato (Hiroshi, aos 25 do 2º); Dico (Marlon, aos 25 do 1º) e Nando.
Técnico: Leston Júnior.

ATLÉTICO-MG: Victor, Patric, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Adilson (Arouca, aos 29 do 2º), Elias e Otero; Róger Guedes (Luan, aos 24 do 2º), Erik (Cazares, aos 13 do 2º) e Ricardo Oliveira.
Técnico: Thiago Larghi (interino).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos