Fernando Diniz contesta expulsão em empate entre Atlético-PR e Ceará

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

  • Reprodução TV CAP

    Thiago Heleno foi expulso na metade do primeiro tempo

    Thiago Heleno foi expulso na metade do primeiro tempo

O empate em 0 a 0 entre Atlético Paranaense e Ceará, pela partida de ida da terceira fase da Copa do Brasil, na Arena da Baixada, foi considerado bom pelo técnico atleticano Fernando Diniz, que reclamou da expulsão do zagueiro Thiago Heleno aos 21 do primeiro tempo.

"Achei absurda, estava bem de frente pro lance. O Thiago Heleno tentou ir só na bola e também não tinha como ele atingir o cara de maneira agressiva, ele (o árbitro Flávio Rodrigues de Souza) estava de lado. Ele alegou que foi excesso de força, mas não teve nada a ver. Na minha opinião não era nem para amarelo", disse o treinador, que analisou o desempenho da equipe dali em diante: "Isso comprometeu muito o jogo, por que você ficar com um a menos, num jogo de mata-mata, contra uma equipe de Série A, então a gente teve coisas muito positivas no jogo e outras que não foram tão boas, mas muito por conta da expulsão."

No restante do jogo, o Atlético manteve o padrão de atuar buscando a posse de bola, mas as melhores chances acabaram nos pés do Ceará, que esteve a pique de marcar em um lance de gol evitado por Thiago Carleto. Diniz comentou: "(O time) Correu em alguns momentos riscos desnecessários. As chances que o Ceará teve no jogo, todas foi a gente que entregou. Quando a gente baixou a linha para se defender eles não produziram absolutamente nada. Então eu tô muito contente com o espírito de luta dos jogadores. A gente ganhou um ponto aqui, a gente não perdeu dois."

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos