Três anos em um mês: Inter e Cianorte expõem abismos da Copa do Brasil

Marinho Saldanha e Napoleão de Almeida

Do UOL, em Porto Alegre e em São Paulo

  • Ricardo Duarte/Inter

    D'Alessandro é o principal nome e maior salário do Inter, que entra em campo com Cianorte

    D'Alessandro é o principal nome e maior salário do Inter, que entra em campo com Cianorte

Existe um abismo entre as realidades de Inter e Cianorte, adversários nesta quinta-feira (1º), a partir das 19h15 (de Brasília), em jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil.  Os orçamentos dos clubes mostram o quanto fora de campo há realidades totalmente opostas no mundo da bola.

O humilde time da cidade ao noroeste do Paraná jamais tinha atingido a terceira fase da Copa do Brasil. Ao eliminar o Criciúma, a equipe embolsou R$ 2,5 milhão. Já pagou, com isso, quase o ano inteiro de sua equipe. A folha do futebol do clube bate R$ 250 mil por mês, já com acréscimo da principal contratação da temporada: Richarlyson.

Enquanto isso o Internacional ostenta uma folha de pagamento de Série A. E mesmo quando disputou a segunda divisão, no ano passado, não abriu mão disso. Gasta, mensalmente, pouco mais de R$ 8 milhões com seu futebol. Incluindo jogadores, comissão técnica e profissionais de apoio. Poucos são os jogadores do time titular que ganham menos do que o orçamento mensal do adversário.

Comparando-se as realidades, com um mês de folha do Inter se paga praticamente três anos dos gastos do Cianorte.

Fora a diferença de posses, títulos e história. Mas nada disso entra em campo. Nesta quinta serão 11 contra 11 em busca do melhor resultado para sair na frente na disputa da vaga na fase seguinte da competição.

"Respeitamos muito o time deles, mas precisamos jogar o nosso futebol. Vamos sair para o ataque, nos impor", disse o lateral direito Dudu. "O Cianorte tem sua característica de jogo, respeitamos muito e analisamos os detalhes do time deles para montarmos nossa estratégia", afirmou o técnico Odair Hellamann.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL X CIANORTE
Data e hora
: 01/03/2018 (Quinta-feira), às 19h15 (Brasília)
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Transmissão na TV: Sportv
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Auxiliares: Neuza Ines Back e Thiaggo Americano Labes (ambos de SC)
INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Dudu, Klaus, Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, Marcinho, D'Alessandro e Patrick; Roger.
Técnico: Odair Hellmann
CIANORTE: João Gabriel; Gerônimo, Montoya, Feliphe Gabriel e Arroyo; Sidnei, Everton Morelli e Richarlyson; André Luis, Maikinho e Robert.
Técnico: Marcelo Caranhato

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos