Flu e Avaí lutam por vaga em duelo de técnicos com rara longevidade no país

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Montagem/UOL Esporte

    Claudinei Oliveira e Abel Braga travam duelo à parte na Copa do Brasil

    Claudinei Oliveira e Abel Braga travam duelo à parte na Copa do Brasil

Na gangorra que marca a vida dos técnicos no Brasil, Abel Braga e Claudinei Oliveira são dois raros casos de estabilidade. Rivais na noite desta quinta-feira, às 21h30, na Ressacada, os técnicos de Fluminense e Avaí travam um duelo particular para ver quem permanece "no alto" e segue na Copa do Brasil (na ida, vitória do Avaí por 2 a 1).

A dupla que desafia a lógica brasileira tem companhia de um grupo seleto de treinadores que assumiram o cargo em 2016 e seguem firmes no comando. Se considerados os clubes das Séries A e B, apenas Enderson Moreira (América-MG), Mano Menezes (Cruzeiro), Renato  Gaúcho (Grêmio) e Paulo Roberto Santos (São Bento) têm esse status. E o comandante da equipe do interior paulista é quem vai mais além: à frente do São Bento desde 19 de outubro de 2015, Santos é o campeão absoluto da longevidade.

Tempo de trabalho de seus profissionais à parte, Fluminense e Avaí tratam o encontro como uma decisão e sabem que avançar à quarta fase da competição nacional será fundamental para o prosseguimento da temporada.

"O Fluminense é um dos grandes do futebol brasileiro e tem grande treinador. Vamos mapear as situações para vermos se o Abel vai mudar. Temos de ter muita atenção e não achar que já conquistamos a vaga, pois estamos longe disso", alertou Claudinei.

A preocupação com eventuais surpresas táticas aprontadas por Abel até se justifica, mas fato é que não haverá novidades na escalação do Fluminense. Com todos à disposição, o tricolor mandará a campo o time que mais jogou junto no ano. Poupado contra o Nova Iguaçu, Marcos Jr., um dos principais nomes do Tricolor, está confirmado.

"Eles poderiam ter liquidado [o confronto] em três contra-ataques, mas não aconteceu. Continua em aberto e vamos definir lá. Não vamos mudar absolutamente nada do que nós temos feito. Temos muita consciência do que podemos fazer e o que podemos melhorar", analisou Abel.

No momento, a posição mais privilegiada na gangorra é do avaiano. Com o triunfo obtido no Rio de Janeiro, os catarinenses jogam por um empate para seguir na competição nacional. O Flu, por sua vez, tem de vencer por dois gols para alcançar a vaga de forma direta, já que diferença por um gol leva a disputa para os pênaltis. Além da classificação, o vencedor do confronto de treinadores faz com que seu clube abocanhe um prêmio de R$ 1,4 milhão. E ainda garante um tempo a mais de estabilidade no cargo.

Os "longevos":

1º - Paulo Roberto Santos, no São Bento desde 19 de outubro de 2015
2º Enderson Moreira, no América-MG desde 20 de julho de 2016
3º Mano Menezes, no Cruzeiro desde 26 de julho de 2016
4º Claudinei Oliveira, no Avaí desde 24 de agosto de 2016
5º Renato, no Grêmio desde 18 de setembro de 2016
6º Abel Braga, no Fluminense desde 2 de dezembro de 2016

AVAÍ X FLUMINENSE

Local: Ressacada, Florianópolis (SC)
Hora: 21h30 (horário de Brasília)
Árbitro:  Vinicius Gonçalves Dias Araujo (SP)
Auxiliares: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)

Avaí
Aranha, Guga, Betão, Alemão e João Paulo; Judson, Luan e André Moritz; Maurinho, Luanzinho e Romulo.
Técnico: Claudinei Oliveira

Fluminense
Júlio César, Reginaldo, Gum e Ibañez; Gilberto, Richard, Jadson, Sornoza e Ayrton Lucas; Marcos Jr. e Pedro
Técnico: Abel Braga

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos