Topo

Esporte


Victor dedica classificação do Galo a Bebeto: "foi difícil entrar em campo"

Enrico Bruno e Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

2018-03-15T00:15:01

15/03/2018 00h15

Mais uma vez o goleiro Victor foi protagonista do Atlético-MG em decisão por pênaltis. Com duas defesas, nas batidas de Jorge Henrique e Diego Renan, o camisa 1 do Galo colocou o clube na quarta fase da Copa do Brasil. Após perder por 2 a 1, no Independência, o Atlético venceu por 4 a 2 nos pênaltis. Classificação dedicada a Bebeto de Freitas.

O diretor de controle e administração do clube morreu ontem à tarde, na Cidade do Galo, após uma parada cardíaca. Presente no CT, Victor presenciou toda a cena, que começou no hotel e terminou em um dos campos de treinos do Atlético.

“Feliz por ter tido essa participação numa noite da qual o emocional estava bastante limitado pela perda do Bebeto. Foi difícil entrar em campo, principalmente para quem presenciou toda aquela cena no dia de ontem. Mexeu bastante com a gente, uma noite complicada, mas que terminou bem. Fico feliz pelas defesas, dedico essa vitória ao Bebeto e sua família por tudo que ele representa na história do esporte”, disse o goleiro alvinegro, que pela manhã foi no velório de Bebeto de Freitas, representando os jogadores atleticanos.

Já sobre a partida, com mais uma exibição ruim do Atlético na temporada, que não soube fazer valer a vantagem conquistada em Florianópolis, com o triunfo por 1 a 0, Victor elogiou o Figueirense, mas não escondeu que o Galo ficou devendo.

“A gente se precipitou, não conseguimos se desvencilhar da marcação. O Figueirense é uma equipe muito bem treinada, méritos para eles também. Mas ficamos um pouco abaixo do esperado, até pela questão emocional”.

Mais Esporte