Róger Guedes aproveita chance com gol e Atlético-MG segue na Copa do Brasil

Do UOL, em Belo Horizonte

Na estreia do Campeonato Brasileiro não foram nem dez minutos em campo, mas o tempo foi suficiente para Róger Guedes ser protagonista do Atlético-MG contra o Vasco. O atacante errou no lance que originou o gol da virada vascaína. Três dias depois, mesmo com toda bronca da torcida, o camisa 23 foi escalado como titular no duelo com o Ferroviário, pela Copa do Brasil. Ele aproveitou. Róger Guedes fez o gol do Galo, que evitou qualquer chance de vexame. No fim, empate em 2 a 2 no Castelão, em Fortaleza, e o Atlético está classificado para as oitavas de final, já que venceu na ida, em Belo Horizonte, por 4 a 0.

Róger Guedes afasta a chance do vexame

Se por algum momento o Ferroviário acreditou que era possível devolver o 4 a 0 que levou em Belo Horizonte, tudo acabou com o gol de Róger Guedes, aos 5 minutos do segundo tempo. Claramente a equipe cearense se abateu após o primeiro gol atleticano. Ponto positivo para Róger Guedes, que foi bastante contestado nos últimos dias, após errar no lance que originou o gol da virada do Vasco sobre o Galo, na estreia do Brasileirão.

Disputa apertada pelo posto de pior em campo

Muitos jogadores do Atlético se esforçaram pela vaga de pior em campo diante do Ferroviário. Porém, mesmo com o desempenho muito ruim de quase todo o time, dois atletas tiveram mais destaque nesse quesito. O zagueiro Felipe Santana o meia Tomás Andrade foram muito mal, tanto que os dois ficaram em campo apenas por 45 minutos. Nenhum deles voltou para a etapa final.

Victor falha e Ferroviário aproveita

O Atlético começou o jogo de maneira muito displicente, como se estivesse num jogo-treino na Cidade do Galo. A falta de concentração atingiu até o goleiro Victor. O ídolo da torcida errou na saída do gol e facilitou para que Esquerdinha fizesse o primeiro gol da noite.

Atlético sem pressão com o estádio vazio

O Ferroviário tem muito menos torcida do que Ceará e Fortaleza, os dois principais clubes cearenses. Com a desvantagem de 4 a 0, poucos torcedores foram ao Castelão, estádio com capacidade para 60 mil pessoas, o que acabou com qualquer possibilidade de pressão. Inclusive a diretoria do Ferroviário chegou a cogitar a possibilidade vender o mando do jogo, algo descartado após a pressão de conselheiros.

Falha geral da defesa e outro gol do Ferroviário

E o que parecia impossível, a virada do Ferroviário, se tornou um sonho para o time cearense por alguns momentos. Com o Atlético jogando muito mal, o segundo gol, anotado por Mazinho, após falha geral da defesa, foi um incentivo extra para o Ferrão. Tanto que no segundo tempo o técnico Maurílio Silva arrisco. No intervalo ele tirou um jogador de meio para colocar mais um atacante, por acreditar que era possível devolver o 4 a 0 da ida.

Atlético recorre a dois titulares

Depois do vexatório primeiro tempo, a solução encontrada por Thiago Larghi foi usar dois titulares. O zagueiro Gabriel e o meia-atacante Luan entraram na equipe nas vagas de Felipe Santana e Tomás Andrade, respectivamente. O planejamento era não utilizar os titulares, já que o calendário em 2018 está bastante apertado por causa da Copa do Mundo.

Alerrandro perde muitas chances

O duelo com o Ferroviário foi apenas o terceiro jogo de Alerrandro como profissional, o segundo como titular. Goleador na época da base, o jovem centroavante busca o primeiro gol na equipe de cima. Chances não faltaram nesta quarta-feira, porém Alerrandro não aproveitou. Foram quatro boas oportunidades, sendo duas delas muito claras. Para salvar a atuação no Castelão, Alerrandro deu os passes para os gols de Róger Guedes e Gustavo Blanco. O gol de Alerrandro até saiu, mas o atacante estava impedido e o lance foi anulado.

FICHA TÉCNICA
FERROVIÁRIO 2 X 2 ATLÉTICO-MG

Data: 18 de abril de 2018, quarta-feira
Motivo: 4ª fase da Copa do Brasil
Local: Castelão, em Fortaleza (CE)
Árbitro: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ)
Assistentes: Michael Correia e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (ambos RJ)
Cartões amarelos: Esquerdinha, Leanderson e Lucas Mendes (FER) Samuel Xavier e Lucas Cândido (CAM)
Gols: Esquerdinha aos 25 e Mazinho aos 37 minutos do primeiro tempo; Róger Guedes aos 5 e Gustavo Blanco aos 28 minutos do segundo tempo

FERROVIÁRIO: Léo, Luís Fernando, Erandir e André Lima; Lucas Mendes, Mazinho, Leanderson, Esquerdinha e Sávio (Guedes, no intervalo); Luís Soares (Valdeci, aos 23 do 2º) e Janeudo.
Técnico: Maurílio Silva.

ATLÉTICO-MG: Victor, Samuel Xavier, Bremer, Felipe Santana (Gabriel, no intervalo) e Lucas Cândido (Kevin); Arouca, Gustavo Blanco (Yago, aos 34 do 2º) e Tomás Andrade (Luan, no intervalo); Erik, Róger Guedes e Alerrandro.
Técnico: Thiago Larghi (interino).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos