Ralf machuca o ombro e deve perder ao menos 45 dias no Corinthians

Do UOL, em São Paulo

Ralf se tornou problema no Corinthians.

Nesta quarta-feira, o volante foi substituído ainda no primeiro tempo partida contra o Vitória, pela Copa do Brasil - o jogo acabou 0 a 0. Depois de cair no chão de mal jeito em disputa de bola, Ralf levou a mão ao ombro esquerdo e chorou na saída do gramado.

O lance ocorreu aos 44 minutos do primeiro tempo, no Barradão, em Salvador, e foi sucedido pela entrada de Gabriel na partida. 

Em entrevista, o médico corintiano Ivan Grava ainda não cravou o diagnóstico da lesão, mas as duas opções não trazem boas perspectivas para Ralf. Caso o problema seja uma luxação e não demande cirurgia, o tempo de afastamento previsto é de um mês e meio. Se houver necessidade cirúrgica, o período de afastamento é de dois meses. 

Como a paralisação da Copa do Mundo será em 13 de junho, Ralf correrá contra o tempo para voltar à equipe de Fábio Carille até essa pausa. Ele não é, aliás, o único problema no setor. 

"Ele teve uma queda, machucou o ombro e teve uma luxação. Amanhã faremos o exame para ter um diagnóstico melhor. Existe chance de cirurgia, só o exame mesmo para saber. Já tomou a medicação, está bem melhor da dor. Agora é aguardar o exame", explicou Ivan Grava. 

Na terça, o treinador foi surpreendido por um problema no joelho de Renê Júnior, que sofreu torção em treinamento do Corinthians e acabou cortado da viagem para Salvador. Ainda não há informações sobre a gravidade da lesão de Renê. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos