Corinthians arranca empate com Vitória fora e leva decisão para Itaquera

Do UOL, em São Paulo

O Corinthians se mostrou novamente sólido na defesa, mas não repetiu a boa atuação ofensiva mostrada diante do Paraná Clube. Na estreia da Copa do Brasil, em Salvador, o time alvinegro arrancou um empate por 0 a 0 com o Vitória na estreia da Copa do Brasil.

A decisão da vaga nas quartas de final será no próximo dia 9, em Itaquera. Corinthians ou Vitória avançam com qualquer triunfo. Um novo empate, seja qual for o placar, leva a decisão para os pênaltis, já que o gol marcado fora de casa não serve mais como desempate.

O jogo disputado no Barradão acabou marcado pela falta de chances de gol. O Corinthians assustou o Vitória no primeiro tempo em chute de Rodriguinho, mas na maior parte do tempo parou na boa marcação do adversário, que também não conseguiu concluir muitas vezes ao gol.

O Corinthians volta a campo no próximo domingo, diante do Atlético-MG, no Independência. O jogo é válido pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Já o Vitória também atuará fora de casa e em Belo Horizonte, onde medirá forças com o América-MG.

O melhor: Ralf

Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Embora tenha atuado pior apenas 45 minutos e deixado o gramado com dores no ombro esquerdo, o experiente volante de 33 anos tomou conta do meio-campo defensivo do Corinthians. Ralf marcou, desarmou e até arriscou algumas subidas e jogadas de efeito.

O pior: Jadson

Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

O camisa 10 do Corinthians atuou novamente como titular, mas não conseguiu aparecer tanto no jogo. Bem marcado, Jadson se limitou a toques curtos na intermediária e acabou substituído por Mateus Vital no segundo tempo.

Jogo estudado

Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

A partida de ida entre Vitória e Corinthians começou muito estudado, com poucas jogadas ofensivas. O Corinthians, mesmo atuando fora de casa, comandou as ações com mais posse de bola. Mas, ao contrário dos últimos jogos, o time de Carille encontrou mais dificuldades em aprofundar os lances.

Rodriguinho quase faz

A primeira grande chance do jogo foi corintiana. E com Rodriguinho. Bem marcado e sem espaços, o meio-campista corintiano arriscou um chute de longe. A bola passou rente à trave direita do goleiro do Vitória.

Vitória se tranca na defesa

Aos poucos, o Corinthians passou a dominar ainda mais a partida. A postura corintiana fez o Vitória passar a jogar com todos os jogadores atrás da linha da bola. Trancado na marcação do adversário, o Corinthians girou a bola de lado a lado, sem achar brechas para entrar na área.

E depois esboça pressão

MAURICIA DA MATTA / EC VITÓRIA

Na reta final do primeiro tempo, o Vitória passou a atuar no campo de ataque e explorar o lado direito do ataque. O time da casa, então, chegou duas vezes com perigo. Na melhor delas, aos 38 minutos, Kanu cabeceou com perigo, mas mandou para fora, por cima do gol.

Ralf deixa o campo chorando

Reprodução

Melhor jogador em campo, o volante corintiano sofreu uma falta na intermediária e, em seguida, caiu com o corpo em cima do ombro esquerdo. Por causa do trauma, Ralf teve de ser substituído e deixou o campo do Barradão às lágrimas. O lance ocorreu aos 44 minutos da etapa inicial.

Recuo mesmo?

No começo do segundo tempo, o árbitro Bráulio da Silva Machado assinalou tiro indireto para o Vitória dentro da área após toque de Gabriel e defesa de Cássio com as mãos. Os jogadores corintianos reclamaram da decisão, afirmando que o volante não teve a intenção de recuar a bola para o goleiro. Juninho bateu a falta e viu a bola bater na zaga corintiana.

Carille mexe novamente

Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Aos 20 minutos do segundo tempo, Carille optou pela entrada de Mateus Vital no lugar de Jadson. Atuando por dentro do meio-campo, o jovem jogador logo criou uma boa chance para o Corinthians ao achar Maycon na área. O volante alvinegro, porém, errou o chute. Nos minutos finais, Sheik entrou no lugar de Clayson.

Rodízio corintiano

Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

O Corinthians mais uma vez não entrou em campo com uma escalação repetida. Para enfrentar o Vitória na estreia da Copa do Brasil, o técnico Fábio Carille fez três alterações em relação à equipe que derrotou o Paraná no último domingo. Gabriel, Renê Júnior e Mateus Vital deram lugar a Ralf, Maycon e Clayson, respectivamente.

FICHA TÉCNICA

VITÓRIA 0 x 0 CORINTHIANS

Data: 25 de abril de 2018, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Competição: Copa do Brasil (ida das oitavas)
Local: Estádio Barradão, em Salvador (BA)
Público: 11.738 (total)
Renda: R$ 170.333,00
Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC)
Assistentes: Helton Nunes e Neuza Ines Back (ambos SC)
Cartões amarelos: José Welison e Neilton (Vitória); Gabriel e Henrique (Corinthians)

VITÓRIA: Caíque; José Welison, Kanu, Ramon e Juninho (Pedro Botelho); Willian Farias e Uillian Correia; Yago (Nickson), Neílton e Rhayner (Guilherme); Denílson. Técnico: Vagner Mancini.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Henrique, Balbuena e Sidcley; Ralf (Gabriel) e Maycon; Romero, Jadson (Mateus Vital), Rodriguinho e Clayson (Emerson Sheik). Técnico: Fábio Carille. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos