Corinthians joga mal, mas vence com gol de Jadson e elimina a Chapecoense

Do UOL, em São Paulo

Foi um dia de futebol ruim na Arena Condá, mas positivo para o Corinthians no fim das contas. Em jogo sem sustos, a equipe de Osmar Loss repetiu o placar de 1 a 0 no duelo de ida e despachou a Chapecoense pelas quartas de final da Copa do Brasil. Um gol de falta marcado por Jadson, aos 38min do segundo tempo, assegurou de vez a classificação para enfrentar o Flamengo.  

O resultado foi uma espécie de "revanche" do Corinthians, já que no último domingo havia sido derrotado pela Chapecoense, no Brasileirão, também na Arena Condá, mas com time misto. 

Em setembro, o Corinthians terá dois jogos para avançar até a decisão do torneio, que dará um prêmio de R$ 50 milhões ao campeão e tem sido objeto de desejo dos clubes que seguem na disputa. O rival é o Flamengo, que nesta quarta-feira eliminou o Grêmio e também garantiu sua presença entre os quatro.   

O melhor: Jadson

Em noite de pouca qualidade, só o camisa 10 conseguiu um lance para mudar o panorama. Na ausência de grandes destaques durante os 90 minutos, fez de falta e tirou o zero do placar. 

O pior: Emerson

Acionado para a vaga de Pedrinho, mostrou que hoje está distante do nível técnico da equipe. Errou quase tudo, inclusive um domínio simples em que deixou a bola sair pela lateral, e foi substituído após duas faltas duras e um cartão amarelo. 

Corinthians volta às semis depois de nove anos

Liamara Polli/AGIF
Corintianos comemoram gol de Jadson

Com a vitória em Chapecó, o Corinthians voltará a disputar uma vaga na final da Copa do Brasil depois de nove anos - a última vez foi em 2009, quando enfrentou o Vasco na semifinal (naquele ano, o time paulista conquistou o título sobre o Inter). Depois do tricampeonato, a equipe ficou três anos afastado da Copa do Brasil. Depois, em três oportunidades, o Corinthians caiu nas quartas (para o Grêmio, em 2013, Atlético-MG, em 2014, e Cruzeiro, em 2016). Em 2015 e 2017, os corintianos foram eliminados por Santos e Inter, respectivamente, nas oitavas de final.

Primeiro tempo em Chapecó é de muita marcação

Liamara Polli/AGIF
Loss reclama de jogada: Corinthians não rendeu bem em Chapecó

Apesar da necessidade de abrir o marcador para igualar o placar agregado, a Chapecoense teve um primeiro tempo de pouquíssima inspiração em seus domínios. Exceto pelo susto em duas bolas paradas laterais, sendo uma delas que resultou em gol impedido (ver abaixo), a Chape não criou nenhuma situação de perigo. A falta de inspiração também foi uma constante nos 45 minutos do Corinthians, com Clayson e Emerson como focos maiores de erros no domínio e na criação.

Só a batida de Jadson dá brilho ao segundo tempo  

A Chapecoense insistiu em cruzamentos e na velocidade de Bruno Silva, mas a tendência de um jogo amarrado e feio de assistir não mudou. O Corinthians só conseguiu chegar, inicialmente, em batida perigosa de Douglas, até que Jadson resolveu dar brilho à noite. De falta, aos 38min do segundo tempo, chutou bola longa que viajou, encobriu Jandrei e morreu nas redes da Chapecoense, que se entregou de vez. 

Vuaden anula gol da Chape e VAR ratifica decisão

Leandro Pedro Vuaden fez uma consulta o árbitro assistente de vídeo no primeiro tempo. No lance, o árbitro anulou um gol do zagueiro Thyere após assinalar impedimento. Em seguida, com a ajuda do árbitro auxiliar de vídeo (VAR), o juiz manteve a decisão. Entre a finalização e a marcação definitiva de Vuaden, pouco menos de dois minutos se passaram. Após a bola bater na rede, o árbitro anulou o gol de forma imediata. Depois, levou a mão ao ouvido. Por fim, fez o sinal do vídeo e ratificou a primeira decisão.

Pedrinho sente no aquecimento e é substituído por Emerson

O Corinthians teve uma mudança de última hora. O titular Pedrinho sentiu dores no tornozelo durante o aquecimento e acabou de fora. Emerson Sheik, com isso, ganhou a vaga no time. O imprevisto fez o time alvinegro mudar a posição dos jogadores que foram o quarteto ofensivo. Romero, que nos últimos jogos atuou mais perto da área, voltou a jogar aberto pela direita. Sheik, assim, ficou mais avançado, com Jadson centralizado e Clayson à esquerda.

Homenagem para o maior ídolo pós-acidente

FICHA TÉCNICA

Chapecoense 0 x 1 Corinthians

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 15/08/2018
Horário: 21h40 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Vuaden
Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Fabrício Vilarinho da Silva
Gol: Jadson, aos 38min do segundo tempo

Cartões amarelos: Amaral, Kendy, Cássio, Clayson e Emerson

Chapecoense: Jandrei; Eduardo, Thyere, Douglas e Bruno Pacheco (Alan Ruschel); Márcio Araújo e Amaral; Bruno Silva (Kendy), Canteros e Yann (Doffo); Wellington Paulista. Treinador: Guto Ferreira.

Corinthians: Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Henrique e Danilo Avelar; Gabriel e Douglas (Ralf); Romero, Jadson, Emerson (Jonathas) e Clayson (Mateus Vital). Treinador: Osmar Loss.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos