"Jogo de risco", Flamengo x Corinthians terá 1.600 homens na segurança

Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Vinicius Castro/UOL

    Autoridades deram detalhes da operação para a semifinal de quarta-feira (12)

    Autoridades deram detalhes da operação para a semifinal de quarta-feira (12)

A primeira semifinal da Copa do Brasil entre Flamengo e Corinthians, quarta-feira (12), às 21h45 (de Brasília), no Maracanã, contará com intenso reforço na segurança para evitar confrontos entre as torcidas e possíveis tentativas de invasão do estádio. Entre Polícia Militar, Guarda Municipal e seguranças privados, o jogo terá cerca de 1.600 homens para garantir que seja realizado sem transtornos.

O clássico é considerado de risco pelas forças de segurança pela rivalidade entre as torcidas - as duas maiores do país - e também por se tratar de um confronto eliminatório. Apenas do Gepe (Grupamento Especial de Policiamento em Estádios) e demais unidades, serão cerca de 500 PMs na parte interna e externa do Maracanã.

A Guarda Municipal também reforçou o efetivo e terá um total de 332 agentes, enquanto 784 seguranças particulares foram contratados para a partida. Em mais uma oportunidade, o estádio terá o perímetro isolado às 19h (de Brasília) e só passarão pelas barreiras os torcedores com ingressos. Cartões de sócio-torcedor não serão aceitos para que se evite invasões como as que aconteceram contra Cruzeiro e Independiente-ARG, em 2017.

"É um jogo de risco, sem dúvida. Existe uma rivalidade grande. Os eventos anteriores nos trouxeram uma boa experiência para os ajustes necessários. Até o momento, não constatamos nenhum movimento de invasão ou transtorno. Mas, infelizmente, não temos a garantia de que o cenário (de problemas) não se repetirá. A questão da proibição do cartão ingresso é apenas para melhorar a segurança por conta das pessoas mal-intencionadas que utilizam o programa", explicou o coronel Sílvio Luiz, comandante do Gepe.

Foram colocados à venda 2.150 ingressos para os torcedores do Corinthians em São Paulo. O número é bem menor do que em outras ocasiões, principalmente porque organizadas do clube estão punidas e afastadas judicialmente ainda pelo episódio de 2016, quando entraram em confronto com policiais militares no Maracanã. São elas: Gaviões da Fiel, Coringão Chopp e Fiel Macabra.

"O nosso controle é grande. Por isso, eles não têm vindo ao Rio de Janeiro. Já chegamos a fazer jogo do Corinthians aqui com 45 ônibus. Eles agora costumam vir com quatro, cinco ônibus... Reduziu bastante. Até o que aconteceu em 2016 não havia registro de nenhum episódio", concluiu o comandante do Gepe.

Com a expectativa de casa cheia, as forças de segurança recomendam que os torcedores troquem com antecedência os ingressos, optem pelo transporte público e evitem circular no entorno do estádio a partir das 19h. A torcida do Corinthians será isolada na Rua Professor Eurico Rabello.

Pelo lado do Flamengo, a Torcida Jovem está punida e não pode circular em um raio de 5km do Maracanã. Outras organizadas também não podem exibir materiais, como bandeiras e faixas. O departamento de marketing do clube conversa com o Gepe e prepara uma festa para recepcionar o time.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos