Cruzeiro evita se apegar à vantagem para volta: "pensamento de campeão"

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

Ao vencer o Corinthians por 1 a 0 no Mineirão, o Cruzeiro largou em vantagem na final da Copa do Brasil de 2018. Com o resultado, o time mineiro precisa de apenas um empate para sagrar-se hexacampeão do torneio. Na saída de campo, jogadores da Raposa comemoraram bastante o placar positivo, mas falaram em evitar jogar com a vantagem debaixo do braço para a partida em Itaquera.

"A gente queria levar a vantagem para São Paulo, 1 a 0 significa muito. Temos que ir para lá com o pensamento de campeão", comentou o lateral Edílson.

O capitão Henrique também comentou sobre não jogar com o regulamento debaixo do braço, mas reconheceu que o jogo reativo do time foi benéfico em outras fases do torneio quando o Cruzeiro jogou fora de casa. Foi assim nas vitórias contra Atlético-PR, Santos e Palmeiras.

"Vitória importante, tivemos mais oportunidades hoje, mas não podemos sentar em cima dessa vantagem. Será um jogo duro, difícil como todos os outros. Sabemos que finais são complicadas, ainda mais contra equipes como o Corinthians. Vamos com gana de vencer para procurar nosso resultado. A gente jogou assim nas fases que passamos, mas é uma final, vamos analisar, saber aproveitar isso e montar a estratéfia para, se Deus quiser, alcançar o título", comentou o volante.

Para o zagueiro Leo, a calma e paciência mostrada pelo time nesta primeira partida também serão necessários para sair campeão na semana que vem.

"Temos que estar sempre ligados no nosso jogo de lá para conquistar nosso objetivo. É uma vantagem boa, mas sabemos que teremos que jogar também. Ter calma e paciência como tivemos hoje. A equipe foi muito bem, esperamos permanecer assim para conseguir nosso objetivo", disse o zagueiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos