Corinthians busca nova virada e reedição de melhores momentos em 2018

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

  • Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

    Corinthians precisa reverter a vantagem do Cruzeiro na final desta quarta-feira à noite

    Corinthians precisa reverter a vantagem do Cruzeiro na final desta quarta-feira à noite

O Corinthians terá de provar mais uma vez que jogos decisivos e viradas de placar se tornaram a especialidade do time em meio a uma temporada extremamente instável. A equipe do técnico Jair Ventura recebe o Cruzeiro na noite desta quarta-feira, em Itaquera, na decisão da Copa do Brasil - para erguer a taça da competição pela quarta vez, os corintianos precisam reverter a vantagem do adversário, que venceu por 1 a 0 no Mineirão há uma semana.

A situação se tornou corriqueira para o Corinthians no primeiro semestre deste ano, ainda com Fábio Carille à frente do elenco. Pela primeira vez na história centenária do clube, o time conseguiu vencer três duelos de mata-mata depois de perder o primeiro jogo. Tal desempenho resultou na conquista do Campeonato Paulista.

Embora a equipe corintiana apresentasse mais opções à época, com Rodriguinho, Balbuena, Sidcley e Maycon ainda no grupo, a instabilidade já rondava o Parque São Jorge. O Corinthians, por exemplo, chegou à fase decisiva do Estadual com três derrotas. O número dobrou ao fim da competição.

Nos momentos decisivos, porém, o Corinthians deu a resposta esperada pelos seus torcedores. Primeiro, eliminou o Bragantino com uma vitória por 2 a 0 em Itaquera - no jogo de ida, o adversário venceu por 3 a 2 no Pacaembu.

Na semifinal, o Corinthians voltou a sair atrás ao ser derrotado pelo São Paulo por 1 a 0 no Morumbi. Na volta, o time alvinegro devolveu o placar e garantiu a vaga na final nos pênaltis. Na decisão, o roteiro se repetiu: os corintianos perderam pela contagem mínima em plena Arena de Itaquera e conseguiram a virada no Allianz Parque.

Desde então, a instabilidade se tornou mais aguda. O time, já sem Carille, sofreu para se classificar à segunda fase da Libertadores. Com Osmar Loss, foi eliminado pelo Colo-Colo nas oitavas de final.

No Brasileirão, o time não conseguiu engrenar. E pior: com apenas duas vitórias no segundo turno, com Jair Ventura no comando, passou a flertar com a zona de rebaixamento. Para se ter uma ideia, o time já perdeu 22 vezes na temporada, maior número desde 2007, ano marcado pelo descenso no Brasileiro.

Daniel Vorley/AGIF
Time alvinegro conseguiu reverter o placar de três duelos nas finais do Paulistão

Time precisa superar jejum de gols

O Corinthians também precisa passar por outra adversidade nesta quarta-feira. O time está há quatro jogos sem fazer gols, num total de 381 minutos - o último foi marcado por Pedrinho, na semifinal da Copa do Brasil contra o Flamengo.

Os próprios jogadores corintianos admitiram que isso afeta o elenco. "Isso incomoda nosso grupo, ficar muito tempo sem fazer gols. É o jogo do ano para nós por estar disputando o título. Tomara que a fase ruim passe e a bola possa entrar novamente, O grupo está concentrado e sabe da importância do título. Tomara que possamos fazer gols amanhã [hoje]. Será um jogo muito difícil", disse Jadson.

Já Fagner ressaltou que o Corinthians precisa se adequar rapidamente ao esquema tático do Cruzeiro. "A gente precisa ser eficiente em todos os setores, errar o mínimo possível e estar bem tecnicamente. Temos de ter a leitura rápida do jogo para ver qual caminho tomar", ressaltou o lateral direito.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS x CRUZEIRO

Data: 17 de outubro de 2018, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Competição: Copa do Brasil (volta da final)
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa (RJ) e Bruno Boschilia (PR)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Pedro Henrique (Léo Santos), Henrique e Danilo Avelar; Ralf e Douglas; Romero, Jadson, Mateus Vital (Jonathas) e Clayson. Técnico: Jair Ventura.

CRUZEIRO: Fábio; Edilson, Dedé, Leo e Lucas Romero (Marcelo Hermes); Henrique e Ariel Cabral; Robinho, Thiago Neves e Rafinha; Barcos. Técnico: Mano Menezes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos