Com um a mais e gol à la Romário, Bahia vence Sport e é campeão do Nordeste

Do UOL, em São Paulo

O Bahia contou com um golaço de Edigar Junio e com a expulsão ainda no primeiro tempo de Rogério para vencer o Sport por 1 a 0, nesta quarta-feira (24), na Arena Fonte Nova, e conquistar o título da Copa do Nordeste pela terceira vez em sua história. O jogo de ida, na Ilha do Retiro, havia terminado empatado por 1 a 1.

O lance que decidiu o título foi comparado nas redes sociais a um famoso gol de Romário contra o Real Madrid. Com o troféu, o Bahia volta a vencer o Nordestão após 15 anos – as outras duas conquistas foram em 2001 e 2002. Já o Sport tem três títulos do torneio (1994, 2000 e 2014).

O melhor: Edigar Junio

Marlon Costa/Futura Press/Estadão Conteúdo

Além de ter feito um golaço para definir a conquista, limpando a marcação de Durval e tocando por cobertura na saída de Magrão, o camisa 11 do Bahia infernizou os zagueiros do Sport durante todo o jogo. Com muita movimentação e inteligência para tabelar, ele foi a principal rota de ataque do time tricolor.

À la Romário?

O gol de Edigar Junior despertou nas redes sociais muitas comparações com esse famoso lance de Romário. Em 1994, jogando pelo Barcelona, o "Baixinho" fez esse lindo gol em um clássico contra o Real Madrid. Parece mesmo?

O pior: Rogério

Pouco efetivo como todo o ataque do Sport durante a meia hora em que esteve em campo, Rogério prejudicou a equipe ao tomar dois cartões tolos em sequência. Primeiro, empurrou Régis com o jogo já paralisado. Pouco depois, aos 32 minutos de jogo, tentou simular um pênalti e acabou indo para o chuveiro mais cedo.

Ney Franco escala três zagueiros. E não funciona

O treinador do Sport usou uma formação com três zagueiros, na qual o time não costuma jogar, e a tentativa definitivamente não deu certo. O time pernambucano em nenhum momento conseguiu encaixar a marcação em cima do Bahia. Pesado, o trio Henríquez, Matheus Ferraz e Durval sofreu com a movimentação de Edigar Junio. Além disso, Régis jogou solto entre as linhas do Sport e levou perigo em vários momentos. Os alas foram apagados e a bola pouco chegou a Diego Souza e André.

Após derrota, Ney Franco deixa o Sport

O Sport nem esperou a quinta-feira para anunciar a demissão de Ney Franco. Após o término da partida, o time divulgou nota oficial para comunicar a decisão tomada pela diretoria. O auxiliar técnico Daniel Paulista assume o comando da equipe interinamente.

Bahia espera o Sport e domina o jogo

Bem organizado em duas linhas de marcação, com Régis e Edigar Junio mais soltos à frente, o Bahia anulou tudo que o Sport tentou no primeiro tempo e foi muito mais perigoso ao avançar, especialmente em combinações pelos lados. Régis cabeceou com perigo por cima do travessão e também chutou uma na rede pelo lado de fora. Edigar Junio ainda acertou a trave em cabeçada na bola parada.

Final tem bate-bocas e até reserva levando cartão

O jogo teve vários momentos de mais tensão, como um entrevero entre Régis e Rogério e uma discussão mais forte entre Diego Souza e Lucas Fonseca. No segundo tempo, Mena e Allione também se estranharam. Até jogador no banco de reservas tomou cartão: Leandro Pereira, do Sport, levou amarelo por reclamação no primeiro tempo, e Ronaldo e Lenis, também do time rubro-negro, foram expulsos já nos acréscimos da segunda etapa, também por protestar contra a arbitragem.

Bahia perde muitas chances de ampliar

Mesmo com um a menos, o Sport não teve alternativa a não ser se lançar à frente no segundo tempo. Ney Franco manteve os três zagueiros, mas colocou o meia-atacante Marquinhos (e depois Everton Felipe) como ala direito e se abriu mais em busca do empate. O Bahia teve vários contra-ataques com o rival totalmente aberto para matar a partida, mas pecou na pontaria – Régis, Zé Rafael e Allione perderam oportunidades claras diante de Magrão. Mesmo assim, não fez falta: 1 a 0 e Bahia campeão.

FICHA TÉCNICA

Bahia 1 x 0 Sport

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 24/05/2017
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento (AL)

Gol: Edigar Junio, aos 13 minutos do 1º tempo
Cartões amarelos: Régis, Edson, Renê Júnior, Allione, Tiago, Matheus Sales e Zé Rafael (Bahia); Rogério, Ronaldo, Leandro Pereira, Marquinhos e Mena (Sport)
Cartões vermelhos: Rogério, Ronaldo e Lenis (Sport)

Bahia: Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Armero; Zé Rafael (Gustavo), Edson, Renê Júnior (Juninho) e Allione; Régis (Matheus Sales) e Edigar Junio. Técnico: Guto Ferreira

Sport: Magrão; Henríquez, Matheus Ferraz e Durval; Raul Prata (Marquinhos), Fabrício (Everton Felipe), Ronaldo (Leandro Pereira) e Mena; Diego Souza; André e Rogério. Técnico: Ney Franco

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos