Palmeiras estreia com gol contra e sofrimento, mas vence na Copa SP

Do UOL, em São Paulo

  • João Moura/FotoArena/Estadão Conteúdo

    Fernando, Iacovelli e Léo Passos marcaram os gols do Palmeiras contra o Paranoá

    Fernando, Iacovelli e Léo Passos marcaram os gols do Palmeiras contra o Paranoá

O Palmeiras sofreu, mas estreou com vitória na Copa São Paulo de futebol júnior 2017. Jogando na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara, pela primeira rodada do Grupo 7, o time paulista derrotou o Paranoá (DF) por 3 a 2, com direito a dois gols nos minutos finais da partida.

O time candango saiu na frente, graças a um gol contra do lateral Matheus Bahia. Os palmeirenses empataram, mas foram para o intervalo em desvantagem: 2 a 1. Apenas no segundo tempo é que o time conseguiu se impor e virar o jogo, graças a gols de Iacovelli (que entrou após o intervalo) e Léo Passos.

Após o jogo, o próprio Iacovelli admitiu que o time "sentiu" a primeira rodada. "É estreia, né? (O Paranoá) é um time que se propõe a jogar no contra-ataque. Acho que, pela estreia, a gente sentiu um pouco", disse o camisa 17, em entrevista ao canal de TV por assinatura SporTV após a partida.

Com o resultado, o Palmeiras assumiu o primeiro lugar da chave, com três pontos. Ferroviária e Villa Nova (MG), que empataram em 0 a 0 na abertura da rodada, dividem o segundo lugar, com um ponto cada. O Paranoá é o lanterna.

Os times voltam agora a entrar em campo na quinta-feira para a disputa da segunda rodada. Às 19h (horário de Brasília), o Paranoá mede forças com a Ferroviária; mais tarde, às 21h (Brasília), o Palmeiras encara o Villa Nova.

O jogo

Em pouco tempo, o Paranoá abriu o placar e jogou a pressão para o lado do Palmeiras. Aos 4 min da etapa inicial, após escanteio cruzado pela esquerda do ataque candango, a bola pegou na perna de Matheus Bahia, que marcou contra. A arbitragem deu o gol para Igor, camisa 10 da equipe do DF que cobrou o escanteio.

"O lance foi bem complicado. Tentei lançar a bola na área, a bola desviou no time deles e acabou entrando", disse Igor no intervalo do jogo, em entrevista ao SporTV. "Tudo que a gente está fazendo é um sacrifício. A gente veio aqui hoje para surpreender mesmo", completou.

O Palmeiras se viu em desvantagem e precisou atacar. Assim, chegou ao empate aos 21 min: após receber o passe da direita, Fernando – que era dúvida para o jogo – arriscou o chute cruzado da entrada da área e venceu o goleiro Heverton.

O Palmeiras, porém, não conseguiu aproveitar a vantagem, e o Paranoá não desperdiçou. Aos 43 min, Kayro ficou com a sobra de bola e arriscou um chute rasteiro, sem deixar chances para Daniel Fuzato.

Atrás no marcador, o Palmeiras se preocupava. "Tivemos a chance de matar o jogo e não matamos", lamentou Fernando em entrevista ao SporTV no intervalo. "Ainda dá para virar o jogo", completou, otimista.

No segundo tempo, o Paranoá começou criando boas chances com Elifrank pelo lado direito do ataque. O Palmeiras demorou a responder, mas também ofereceu perigo em duas chances com Iacovelli – na melhor delas até então, aos 12 min, o camisa 17 recebeu sozinho na área e acertou o travessão.

De tanto apertar, o Palmeiras finalmente conseguiu empatar de novo, e com o próprio Iacovelli. Aos 35 min, recebeu a bola na área, dominou no peito e bateu de perna esquerda para fazer 2 a 2. De quebra, Léo Passos aproveitou o cruzamento pela direita e, de peixinho, fez o terceiro aos 39 min - alívio palmeirense.

Quer receber notícias do Palmeiras de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos