Lusa derrota Palmeiras nos pênaltis e avança à semi da Copinha

Do UOL, em São Paulo

  • Ale Cabral/AGIF

A Portuguesa é semifinalista da Copa São Paulo de Futebol Júnior. A equipe rubro-verde segurou o empate por 1 a 1 com o Palmeiras no tempo normal e levou a melhor nos pênaltis por 3 a 2, avançando do duelo das quartas de final disputado nesta sexta-feira (19), no Pacaembu. Thawan fez o gol da Lusa e Yan empatou para o time alviverde.

A equipe rubro-verde aguarda do resultado do duelo entre Flamengo e Avaí, que definirá o último semifinalista pendente. Do outro lado da chave, Internacional e São Paulo disputam uma das vagas na decisão da Copinha.

Apesar da longa interrupção por falta de energia no Pacaembu, que deixou os refletores sem luz por cerca de 20 minutos, as equipes paulistas realizaram um duelo equilibrado, com boas chances para ambas as equipes. Os goleiros Anderson e Matheus tiveram que trabalhar para evitar que suas equipes saíssem atrás.

Foi necessário um pênalti para a Portuguesa abrir o placar aos 47min. José Vitor entrou na área com a bola dominada e teve seu braço puxado por Iago. A arbitragem assinalou a penalidade, cobrada com estilo por Thawan para colocar a Portuguesa na frente no marcador.

Com a vantagem no marcador, a Portuguesa optou por uma postura mais defensiva na etapa complementar. Mesmo com o adversário bem postado atrás, o Palmeiras conseguiu chegar com perigo na meta adversária, bem protegida por Matheus. A equipe rubro-verde ficou na dependência de contragolpes, porém teve dificuldades de encaixar boas investidas.

De tanto insistir, o Palmeiras alcançou o empate com Yan aos 30min. O camisa 11 mostrou oportunismo ao aproveitar o rebote de Matheus, que defendeu uma finalização de Fernando, que havia recebido bom passe de Léo Passos dentro da área.

Então em situação desfavorável no marcador, a Portuguesa voltou a se lançar ao ataque, mostrando que tinha capacidade de continuar jogando de igual para igual após o gol de Thawan. Mais aberta, a equipe rubro-verde teve o capitão Brunetti expulso ao levar o segundo amarelo, recebido após parar um contra-ataque palmeirense com falta. Com um homem a mais em campo, o Palmeiras pressionou nos minutos finais, mas não evitou a decisão nos pênaltis.

Nas penalidades, o Palmeiras levou vantagem na primeira série, porém perdeu duas cobranças seguidas enquanto a Portuguesa virou para 2 a 1 na terceira série. Ambos os times acertaram a quarta batida e Yan, autor do gol de empate, ficou encarregado de marcar para manter o time alviverde em jogo. Ele mandou no canto direito de Matheus, que caiu para o lado certo e assegurou a classificação da Lusa.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos