! Sem Zé Luís, Luxa escala Atlético-MG no 3-5-2 e pega pesado com atletas - 10/08/2010 - UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte Futebol
 
10/08/2010 - 17h57

Sem Zé Luís, Luxa escala Atlético-MG no 3-5-2 e pega pesado com atletas

Bernardo Lacerda
Em Vespasiano (MG)
  • Luxa deu broncas nos atletas durante e ao final do treino tático

    Luxa deu broncas nos atletas durante e ao final do treino tático

Sem o volante Zé Luís, vetado por causa de uma pancada no joelho direito, o técnico Vanderlei Luxemburgo escalou o Atlético-MG no 3-5-2 durante treino tático nesta terça-feira, véspera de duelo decisivo pela Copa Sul-Americana, contra o Grêmio Prudente. A atividade foi marcada por broncas do treinador, que pegou pesado com os jogadores.

A partida com o Prudente, que vale classificação à próxima fase da competição internacional, será nesta quarta-feira, às 21h50 (de Brasília), no estádio Ipatingão, em Ipatinga. No jogo de ida, em Presidente Prudente, houve empate sem gols. Para avançar, o Atlético precisa vencer ou repetir o placar da primeira partida e tentar a vaga nos pênaltis.

Recuperado de dor na coxa direita, o equatoriano Jairo Campos formou o trio de zagueiros com Werley e Lima. Sem Diego Tardelli, que está com a seleção brasileira nos Estados Unidos, a dupla de ataque titular teve Diego Souza e Ricardo Bueno.

Os titulares atuaram com a seguinte formação: Fábio Costa; Jairo Campos, Werley e Lima; Diego Macedo, Serginho, João Pedro, Ricardinho e Fernandinho; Diego Souza e Ricardo Bueno. Os reservas entraram em campo com Aranha; Rafael Cruz, Sheslon, Sidimar e Leandro; Rafael Jataí, Fabiano, Jackson e Nikão; Neto Berola e Obina.

Depois de longo período, Luxemburgo voltou a comandar a equipe sem o auxilio das muletas. O treinador fraturou a tíbia direita em junho, durante treino na Cidade do Galo, ao dividir uma bola com o meia Fabiano, que é seu genro.

Mesmo com dificuldade para caminhar e mancando, Luxemburgo parou várias vezes o treino para orientar a equipe. Ele ensaiou jogadas de bola parada e pelas laterais, principalmente com o meia Ricardinho e o lateral Fernandinho pela esquerda. Além disso, exigiu marcação forte na saída de bola do adversário e orientou o posicionamento dos zagueiros e dos jogadores de meio-campo.

Insatisfeito com a atuação dos times, Luxemburgo chegou a interromper a atividade, reuniu os jogadores no meio-campo e, durante dez minutos, deu uma bronca geral. Ao final do trabalho, o treinador voltou a pegar pesado com os atletas.

O Atlético não vence há seis jogos na temporada e ocupa a zona de rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Em penúltimo lugar na competição nacional, o time comandado por Luxemburgo entra em campo pressionado para decidir a classificação na Sul-Americana.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host