! Palmeiras encara o Vitória para evitar primeiro fracasso da 'nova era' Felipão - 19/08/2010 - UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte Futebol
 
19/08/2010 - 07h00

Palmeiras encara o Vitória para evitar primeiro fracasso da 'nova era' Felipão

Luiza Oliveira e Renan Prates
Em São Paulo

Fracasso. É esta a palavra que o Palmeiras luta para afastar na partida desta quinta-feira às 21h50 contra o Vitória, que vale vaga na segunda fase da Copa Sul-Americana. Qualquer resultado inferior a um triunfo por 2 a 0 (se houver êxito na disputa de pênaltis) irá configurar o primeiro fracasso da ‘nova era’ Felipão no time alviverde.

VETERANOS PODEM DECIDIR A PARTIDA

  • Mastrangelo Reino/Folhapress

    O goleiro e capitão Marcos completa nesta quinta-feira 500 jogos com a camisa do Palmeiras

  • Felipe Oliveira

    Veterano meia Ramon tem sido decisivo na bola parada e na armação das jogadas do Vitória

"Se formos eliminados é mais um campeonato que perdemos, mais uma chance que cai por terra. Nós sabemos disso. Se isso acontecer vamos sentir muito, mas vamos trabalhar”, resumiu o treinador.

A partida também terá um ‘sabor especial’ para o goleiro Marcos, que completará 500 jogos com a camisa do Palmeiras. Na quarta-feira, o goleiro foi homenageado na Academia de Futebol ao receber de Scolari a camisa feita especialmente para a partida, além de um troféu em forma de luvas e um boneco de sua imagem.

Ciente da importência do duelo, ele não quis saber de oba-oba e reconheceu o peso do jogo. "A responsabilidade é maior de fazer 500 jogos em uma ‘barca furada’. Porque o importante é não levar um gol. Se tomar, a vaga está praticamente descartada, aí fica mto difícil", disse.

O resultado adverso obtido em Salvador obriga o Palmeiras a vencer pelo menos por 2 a 0 para levar o jogo para a disputa de pênaltis, ou por três gols de diferença para se classificar. Se o Vitória fizer um gol, o time alviverde terá que marcar quatro, o que aumenta o trabalho da defesa no duelo que será realizado no Pacaembu.

Pelas dificuldades, Felipão aposta na disputa por pênaltis. O técnico deu bastante ênfase às cobranças nos treinos fechados durante a semana e admitiu até 'roubar' no rachão para dar empate e pode explorar melhor a situação.

Nesse momento, ele conta com o talento de Marcos. "Dá tranquilidade ter o Marcos. Já vi bons goleiros em penalidade, mas o Marcos é um dos maiores que vi na vida. Os jogadores também treinaram bem. Mas pênalti de treinamento é bem diferente de jogo. E aí tem que ter muita personalidade, sangue frio. Se chegamos nos pênaltis e fizermos o que fazemos aqui temos grandes chance".

O técnico garantiu ao menos que a torcida pode esperar um time semelhante ao que venceu o Atlético-PR no fim de semana. “Demos mostras de boa vontade, disciplina e empenho em todos os momentos e podemos chegar ao objetivo", disse.

Em sua primeira ‘decisão’ desde que voltou ao Palmeiras, Felipão fechou os dois treinos táticos que realizou para preparar a equipe para a partida. Mas a tendência é que ele repita a equipe que venceu o adversário do Paraná no Brasileirão, apenas com a volta do lateral Armero no lugar de Rivaldo ou de Marcos Assunção.

A tática de Felipão foi repetida pelo técnico do Vitória Toninho Cecílio, que fechou o treino desta quarta-feira em Salvador antes da viagem para São Paulo. A certeza é que o atacante Henrique (autor de dois gols contra o Santos) não estará em campo, pois não foi inscrito na Sul-Americana.


PALMEIRAS x VITÓRIA

Data: 19/08/2010, quinta-feira
Horário: às 21h50 (horário de Brasília)
Transmissão de TV:
Sportv
Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo
Árbitro: Heber Roberto Lopes
Auxiliares: Erich Bandeira e Dilbert Pedrosa

PALMEIRAS
Marcos; Mauricio Ramos (Ewerthon), Danilo e Fabricio; Márcio Araújo, Edinho, Marcos Assunção, Tinga e Rivaldo; Luan e Tadeu.
Técnico: Luiz Felipe Scolari

VITÓRIA
Viáfara, Eduardo, Wallace, Anderson Martins e Egidio; Vanderson, Ricardo Conceição, Renato e Ramon; Elkeson e Schwenck.
Técnico: Toninho Cecílio

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host