Após briga entre policiais e argentinos, Chapecoense avança nos pênaltis

Do UOL, em São Paulo

  • Nelson Almeida/AFP Photo

    Torcida do Independiente compareceu à Arena Condá para o jogo de volta

    Torcida do Independiente compareceu à Arena Condá para o jogo de volta

A Chapecoense garantiu vaga nas quartas de final da Copa Sul-Americana ao eliminar o Independiente-ARG nos pênaltis após um empate por 0 a 0 no tempo normal. O jogo acabou marcado por uma briga entre torcedores argentinos e policiais catarinenses. No fim, Danilo salvou o time catarinense com quatro defesas na decisão por pênaltis  e garantiu a vitória por 5 a 4.

O duelo foi paralisado aos 25 minutos do segundo tempo. Para conter os torcedores, a polícia usou spray de pimenta, que logo foi sentido por jogadores e outros espectadores.

Thiego e Cleber Santana desperdiçaram as primeiras cobranças da Chapecoense. O goleiro Danilo, por sua vez, conseguiu defender dois pênaltis do Independiente, que abriu 1 a 0 ao fim segunda série.
 
Felipe Machado marcou o primeiro para os catarinenses e empatou a disputa. Os times converteram depois as duas cobranças seguintes. Nas alternadas, Danilo brilhou mais uma vez e defendeu mais dois chutes.
 
Nas quartas de final, a Chapecoense irá enfrentar o Junior Barranquilla-COL, que eliminou o Montevideo Wanderers-URU também nos pênaltis e após dois empates sem gols.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos