Topo

Futebol


Carrasco do SP na Libertadores elimina Coritiba com pintura; Chape avança

RAUL ARBOLEDA/AFP
Coritiba saiu na frente, mas não resistiu ao campeão da Libertadores Imagem: RAUL ARBOLEDA/AFP

Do UOL, em São Paulo

2016-10-26T23:37:56

26/10/2016 23h37

Carrasco do São Paulo na Copa Libertadores com quatro gols nas semifinais, o atacante Miguel Borja, de 23 anos, voltou a aprontar diante de um time brasileiro. A vítima da vez foi o Coritiba, que levou três gols do colombiano – um deles uma pintura –, perdeu do Atletico Nacional por 3 a 1 em Medellín, na noite desta quarta, e acabou eliminado da Sul-Americana.

O adversário do Atletico Nacional na semifinal será o Cerro Porteño, do Paraguai, que na última terça eliminou o Independiente Medellín no Defensores del Chaco.

RAUL ARBOLEDA/AFP
Imagem: RAUL ARBOLEDA/AFP
Depois do empate por 1 a 1 no jogo de ida, no Couto Pereira, o Coritiba precisava de uma vitória simples na Colômbia – ou empate por mais de dois gols – para seguir vivo na competição. Chegou a abrir o placar com um golaço de falta do venezuelano González, ainda no primeiro tempo, mas Borja chamou a responsabilidade na etapa final e decidiu o duelo.

O primeiro gol veio aos 6min. Após bola brigada na entrada da área, Borja ficou com a sobra e finalizou rasteiro, no canto esquerdo de Wilson. 1 a 1. Oito minutos depois, a torcida presente no Atanasio Girardot pôde assistir a uma pintura. Após escanteio da direita, Borja, com estilo, acertou um lindo voleio - sem deixar a bola cair - e marcou um golaço.

Já aos 27min, Borja ganhou uma chance de ouro para fazer o hat-trick depois que o juiz marcou pênalti de Kazim por colocar o braço na bola. E o atacante não desperdiçou. Cobrou no ângulo, sem chances para Wilson, e fechou a conta no Atanasio, marcando seu sexto gol na competição - é o artilheiro isolado.

Chape vai à semi

NELSON ALMEIDA/AFP
Imagem: NELSON ALMEIDA/AFP
Com a eliminação do Coritiba, a Chapecoense passa a ser o único representante brasileiro na Copa Sul-Americana. Debaixo de muita chuva na Arena Condá, que não resistiu e ficou com poças d’água, o time de Chapecó conquistou a vaga ao vencer o Junior Barranquilla-COL pelo placar de 3 a 0 – havia perdido o duelo de ida, na Colômbia, por 1 a 0.

Os dois gols primeiros da Chape saíram ainda na etapa inicial. Aos 35min, Ananias completou chute de Bruno Rangel com um carrinho e mandou para as redes. Aos 43min, foi a vez de Gil aproveitar rebote após saída ruim do goleiro e pegar de primeira, rasteiro, para marcar. 2 a 0. Já aos 31min, Thiego fechou a conta.

A Chapecoense só conhecerá seu adversário nesta quinta-feira, quando Palestino-CHI e San Lorenzo-ARG voltam a se enfrentar. No duelo de ida, no Nuevo Gasômetro, o time argentino levou a melhor e venceu por 2 a 0.

Mais Futebol