Carrasco do SP na Libertadores elimina Coritiba com pintura; Chape avança

Do UOL, em São Paulo

  • RAUL ARBOLEDA/AFP

    Coritiba saiu na frente, mas não resistiu ao campeão da Libertadores

    Coritiba saiu na frente, mas não resistiu ao campeão da Libertadores

Carrasco do São Paulo na Copa Libertadores com quatro gols nas semifinais, o atacante Miguel Borja, de 23 anos, voltou a aprontar diante de um time brasileiro. A vítima da vez foi o Coritiba, que levou três gols do colombiano – um deles uma pintura –, perdeu do Atletico Nacional por 3 a 1 em Medellín, na noite desta quarta, e acabou eliminado da Sul-Americana.

O adversário do Atletico Nacional na semifinal será o Cerro Porteño, do Paraguai, que na última terça eliminou o Independiente Medellín no Defensores del Chaco.

RAUL ARBOLEDA/AFP
Depois do empate por 1 a 1 no jogo de ida, no Couto Pereira, o Coritiba precisava de uma vitória simples na Colômbia – ou empate por mais de dois gols – para seguir vivo na competição. Chegou a abrir o placar com um golaço de falta do venezuelano González, ainda no primeiro tempo, mas Borja chamou a responsabilidade na etapa final e decidiu o duelo.

O primeiro gol veio aos 6min. Após bola brigada na entrada da área, Borja ficou com a sobra e finalizou rasteiro, no canto esquerdo de Wilson. 1 a 1. Oito minutos depois, a torcida presente no Atanasio Girardot pôde assistir a uma pintura. Após escanteio da direita, Borja, com estilo, acertou um lindo voleio - sem deixar a bola cair - e marcou um golaço.

Já aos 27min, Borja ganhou uma chance de ouro para fazer o hat-trick depois que o juiz marcou pênalti de Kazim por colocar o braço na bola. E o atacante não desperdiçou. Cobrou no ângulo, sem chances para Wilson, e fechou a conta no Atanasio, marcando seu sexto gol na competição - é o artilheiro isolado.

Chape vai à semi

NELSON ALMEIDA/AFP
Com a eliminação do Coritiba, a Chapecoense passa a ser o único representante brasileiro na Copa Sul-Americana. Debaixo de muita chuva na Arena Condá, que não resistiu e ficou com poças d'água, o time de Chapecó conquistou a vaga ao vencer o Junior Barranquilla-COL pelo placar de 3 a 0 – havia perdido o duelo de ida, na Colômbia, por 1 a 0.

Os dois gols primeiros da Chape saíram ainda na etapa inicial. Aos 35min, Ananias completou chute de Bruno Rangel com um carrinho e mandou para as redes. Aos 43min, foi a vez de Gil aproveitar rebote após saída ruim do goleiro e pegar de primeira, rasteiro, para marcar. 2 a 0. Já aos 31min, Thiego fechou a conta.

A Chapecoense só conhecerá seu adversário nesta quinta-feira, quando Palestino-CHI e San Lorenzo-ARG voltam a se enfrentar. No duelo de ida, no Nuevo Gasômetro, o time argentino levou a melhor e venceu por 2 a 0.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos