Por que Arrascaeta é a maior aposta do Cruzeiro na Sul-Americana?

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

    Arrascaeta comemora gol marcado com a camisa do Cruzeiro

    Arrascaeta comemora gol marcado com a camisa do Cruzeiro

O Cruzeiro inicia, nesta terça-feira (4), diante do Nacional, do Paraguai, a sua participação na Copa Sul-Americana. Para alcançar o sucesso no torneio internacional, Mano Menezes aposta em um jogador que vive ótima fase na Toca da Raposa: Giorgian De Arrascaeta.

Decisivo no clássico contra o Atlético-MG, no sábado (1º), o uruguaio não teve descanso. Já participou dos treinos da equipe e está entre os titulares para o jogo pela primeira fase da competição continental, disputado no Mineirão. A utilização do camisa 10 se dá por dois pontos fundamentais: o momento artilheiro e a experiência internacional.

Arrascaeta ocupa a quarta posição na lista de artilheiros estrangeiros do Cruzeiro. Com 28 gols (cinco marcados apenas em 2017), o meia-atacante igualou o colombiano Arisitizábal nesta disputa. Ele ainda está atrás do boliviano Marcelo Moreno (45 gols), do espanhol Carazo (44) e do argentino Montillo (36).

Ciente deste feito importante com as cores do clube, o jogador de 22 anos demonstra felicidade e destaca a necessidade de ajudar também com os passes para os companheiros. "Fico muito feliz por tudo que está acontecendo, conquistando marcas importantes no Cruzeiro e sempre tentando ajudar o time com gols, assistências, dando o máximo sempre", afirmou o gringo, responsável por três assistências na atual temporada.

Outro ponto positivo de Giorgian De Arrascaeta é a experiência internacional. Antes de ser contratado pelo Cruzeiro, no início de 2015, o jogador fez uma campanha de destaque na Copa Libertadores da América. À época, ele defendia as cores do Defensor Sporting, do Uruguai. Com a camisa 10, ele conduziu o time de Montevidéu à semifinal da principal competição internacional. No ano seguinte, já com as cores da Raposa, deixou o torneio nas quartas de final, ao perder para o River Plate, da Argentina, no Mineirão.

À vontade na equipe mineira, Arrascaeta cobra a presença da torcida na partida desta terça-feira, contra o Nacional, e garante que gosta da vibração transmitida pelo público no Gigante da Pampulha:

"É muito bom jogar no Mineirão, me sinto em casa, diante da nossa torcida e esperamos agora na Sul-Americana também encher o estádio. O torcedor nos passa vibração, confiança e a tendência é o time ir crescendo, seguir melhorando cada vez mais", concluiu.

Ficha técnica
Cruzeiro x Nacional (PAR)

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Motivo: Primeira fase da Copa Sul-Americana
Data: 4 de abril de 2017 (terça-feira)
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Juan Soto (VEN)
Assistentes: Jorge Urrego (VEN) e Franchescoly Chacon (VEN)

Cruzeiro
Rafael; Mayke, Léo, Manoel (Kunty Caicedo) e Diogo Barbosa; Hudson, Ariel Cabral, Arrascaeta e Thiago Neves; Rafinha e Rafael Sóbis.
Técnico: Mano Menezes.

Nacional-PAR
Arnaldo Giménez; Víctor Dávalos, Robert Servín, Miguel Jacquet e Rodrigo Rojo; Edgardo Orzusa, Miguel Paniagua, Francisco García e José Núñez; Juan Manuel Salgueiro e Fernando Romero González.
Técnico: Roberto Torres.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos