Em dia de reencontro com o Maracanã, Flu bate o Liverpool por 2 a 0

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Marcelo Sayão/EFE

    Atacante Henrique Dourado comemora o gol que abriu o placar no Maracanã

    Atacante Henrique Dourado comemora o gol que abriu o placar no Maracanã

Afastado do Maracanã desde novembro de 2016, quando a equipe empatou com o Atlético-PR, o Fluminense, enfim, voltou para casa. E o retorno não poderia ter sido mais feliz para a torcida tricolor, que fez uma grande festa e saiu feliz com a vitória por 2 a 0. Com gols de Henrique Dourado e Richarlison, a equipe de Abel Braga derrotou o Liverpool (URU) e estreou com pé direito na Copa Sul-Americana.

Veja os gols da partida

Agora, o Flu volta suas atenções para o Campeonato Carioca. No domingo, a equipe enfrenta o Botafogo, no Engenhão, em jogo válido pela semifinal da Taça Rio. A partida de volta pela competição continental será disputada na próxima quarta-feira, às 21h45, em Montevidéu.

SUSTO E SUPREMACIA

A chegada mais perigosa dos uruguaios foi logo aos 2 minutos de jogo. Após rebatida de Diego Cavalieri, Royón, sozinho na pequena área, chutou por cima. A partir dali, o Flu colocou as coisas em seu devido lugar. Apesar de concluir pouco, o time dominou inteiramente as ações e foi dono da bola durante a primeira metade de jogo.

Com boas investidas de Richarlison e Wellington Silva, o Fluminense chegou melhor pelos lados do campo, mas faltou mais poder de fogo.

LIGEIRINHO

Armando Paiva/AGIF
Wellington Silva teve boa participação no jogo desta quarta

Wellington foi o jogador mais perigoso do Fluminense. Sem se intimidar com a marcação forte dos uruguaios, ele se criou pelo lado direito. Aos 23 minutos, apostou em jogada individual que encontrou Henrique Dourado. Dentro da área, o atacante deu um "golpe" na bola e abriu o marcador.

Com o revés, o Liverpool apostou na catimba e tentou parar o jogo o máximo que foi possível. A superioridade técnica ficou ainda mais evidente aos 39 minutos, quando Richarlison, outro grande destaque do time, deu um bonito giro para ampliar.

MISSÃO FACILITADA

Logo aos 5 min da etapa final, Freitas foi expulso. Com um a mais em campo, a missão do Fluminense ficou ainda mais facilitada. Com bom toque de bola, o time envolveu os visitantes, que trataram de não deixar o Rio de Janeiro com uma derrota ainda pior na bagagem. Com bons chutes de longa distância, o Fluminense só não ampliou a sua vantagem por estar com a pontaria pouco afiada.

Com a fatura liquidada, Abel aproveitou para mandar a campo os jovens Pedro, Lucas Fernandes e Marquinhos Calazans, que puderam ganhar alguns poucos minutos em um jogo internacional.

CASA CHEIA

Com pouco mais de 34 mil torcedores pagantes, a partida diante do Liverpool representou o maior público tricolor na temporada de 2017. Antes deste jogo, a melhor marca tinha sido no clássico diante do Flamengo, quando 25.451 pessoas pagaram ingresso.

QUE BELEZA

A festa pelo retorno ao Maracanã foi completa. Assim que o time entrou em campo, os tricolores formaram um mosaico enorme na arquibancada. O clube também distribuiu bandeiras

HERMANOS AMIGOS

Essa foi a primeira vez que o Fluminense encarou uruguaios pela Sul-Americana. Em 26 partidas, os tricolores já tinham enfrentado brasileiros, equatorianos, peruanos, chilenos e paraguaios. No total, foram 11 vitórias, 9 empates e 6 derrotas.

DEBUTANTES

Dos 11 que entraram como titulares na partida, cinco jamais tinham sentido o gosto de vestir a camisa do Fluminense no Maracanã. Foram eles: Lucas, Renato Chaves, Lucas, Sornoza e Orejuela.

FLUMINENSE  2   X  0  LIVERPOOL

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro:   Eber Aquino
Auxiliares:  Juan Zorilla e Dario Gaona

Cartões amarelos: Almeida, Royón (LIV), Richarlison, Wellington, Henrique Dourado (FLU)

Cartão vermelho:  Freitas (LIV)

Gols: Henrique Dourado, aos 23, Richarlison, aos 39 min do primeiro tempo

Fluminense Diego Cavalieri; Lucas, Renato Chaves, Henrique e Léo (Marquinhos Calazans); Orejuela, Wendel, Sornoza e Richarlison; Wellington Silva (Lucas Fernandes) e Henrique Dourado (Pedro). Técnico: Abel Braga

Liverpool: De Amores; Rodales, Platero, Díaz e Almeida; Gonzalo Freitas, Viera, Latorre, Aprile (Martínez) e De La Cruz (Viera); Royón (Cantera). Técnico: Alejandro Bertoldi

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos