Flu joga mal e perde no Uruguai, mas avança na Copa Sul-Americana

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Matilde Campodonico/AP Photo

    Disputa de bola entre tricolor e jogadores do Liverpool: Flu esteve mal

    Disputa de bola entre tricolor e jogadores do Liverpool: Flu esteve mal

O Fluminense deu um susto em sua torcida, mas conseguiu avançar na Copa Sul-Americana. Com uma atuação abaixo da crítica, especialmente no primeiro tempo, o time carioca foi derrotado por 1 a 0 pelo Liverpool-URU, nesta quarta-feira (10), em Montevidéu, no Uruguai (assista aos gols da partida). O resultado, porém, foi suficiente para assegurar uma vaga na próxima fase, já que os comandados de Abel Braga haviam vencido o jogo de ida por 2 a 0.

Após encantar o torcedor em alguns momentos do Campeonato Carioca, o Fluminense esteve irreconhecível em Montevidéu e teve sorte por não ter um adversário mais qualificado pela frente. Com um pouco mais de capricho, sobretudo nos primeiros 45 minutos, os donos da casa poderiam ter trazido maiores problemas.

Agora o Flu volta suas atenções para o Campeonato Brasileiro. No domingo (14), o time de Abel Braga recebe a visita do Santos, às 11h (de Brasília), no Maracanã.

SUSTO

O Fluminense entrou no jogo em marcha lenta. Com a marcação frouxa e muita dificuldade na saída de bola, o Tricolor deixou o rival à vontade para tomar conta das ações. Foram, sem sombra de dúvidas, os piores 45 minutos dos tricolores na atual temporada.

Logo aos 9 minutos, Cavalieri já foi acionado em bom chute de Royón, que o camisa 12 defendeu com o pé. O susto não serviu para acordar o time, que seguiu errando passes fáceis e dando campo ao Liverpool. Três minutos depois, Royón aproveitou um vazio no lado esquerdo da defesa do Flu, cruzou e Ramirez abriu o placar no Centenário.

O predomínio dos mandantes foi imenso na primeira metade do confronto. Antes dos times irem para o intervalo, o Flu foi bombardeado e cometeu sucessivos erros defensivos, além de ter se mostrado uma equipe completamente inoperante no ataque. 

Não fossem por duas intervenções de Cavalieri, o prejuízo teria sido bem maior. Pelo que não fez em campo, o Flu foi para o vestiário com razões para festejar.

MUDANÇA

O técnico Abel Braga mandou a campo a mesma equipe que levou sufoco no primeiro tempo, e a decisão se mostrou um acerto.

Claramente mais aceso em campo, o time igualou as ações com o Liverpool-URU e precisou de muito pouco tempo para fazer mais do que já havia feito na partida.

Com 9 minutos, Richarlison já tinha levado perigo duas vezes para o goleiro De Amores, que fez linda defesa em conclusão de Dourado. O sistema defensivo também sofreu menos, embora o Liverpool tenha desperdiçado chances de ampliar o marcador.

A postura mais sólida e agressiva não foi o bastante para mudar o marcador, mas ao menos garantiu ao Tricolor a passagem para a segunda fase da Sul-Americana, já que a derrota por 1 a 0 era suficiente para a vaga.

PARABÉNS

 

Aniversariante do dia, o atacante Richarlison teve atuação para lá de discreta no primeiro tempo, mas cresceu muito na etapa final. Antes de a bola rolar, o camisa 19 foi homenageado nas redes sociais do clube.

DESERTO

Estádio que recebeu a final da Copa de 1930, o Centenário não reviveu suas melhores noites nesta quarta-feira. No duelo entre Flu e Liverpool-URU, o estádio estava às moscas e o Flu não sofreu com a tradicional pressão da torcida uruguaia.

MARCA

Até esta noite, o Flu tinha jogado 27 vezes no Centenário, com seis vitórias, nove empates e 12 derrotas. Com o resultado, o Flu não quebrou uma escrita que vem desde 29 de junho de 1958, quando o Flu bateu o Peñarol no estádio uruguaio.

FESTA

De passagem pelo Uruguai, o Fluminense aproveitou para estreitar seus laços com os torcedores que vivem no país vizinho. Em um restaurante de Montevidéu, dezenas de tricolores participaram de um evento e transformaram o local em uma arquibancada.

LIVERPOOL X FLUMINENSE

Data/ hora: 10/05/2017, às 21h45 (de Brasília)
Local: Centenário, em Montevidéu (URU)
Árbitro: Juan Soto (VEN)
Auxiliares: Luis Sánchez e Tulio Moreno (VEN)  
Cartões amarelos: Cantera, Toma, Mallo (LIV), Sornoza, Henrique Dourado, Cavalieri (FLU)
Gols: Ramirez, aos 12 min do primeiro tempo

LIVERPOOL: LIVERPOOL: De Amores, Rodales, Platero, Mallo, Almeida, Toma (Viera), Cantera (Garcia), Aprile, Martínez (Antunez); Royón e Ramírez. Técnico: Alejandro Beroldi

FLUMINENSE: Cavalieri, Lucas, Renato Chaves, Henrique e Léo; Orejuela, Wendel e Sornoza; Richarlison (Marquinho), Henrique Dourado (Pedro) e Wellington (Marcos Jr.). Técnico: Abel 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos