"Mais cascudo", Cruzeiro busca postura de decisão na Sul-Americana

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Divulgação/Cruzeiro

    Cruzeiro quer deixar Assunção com a vaga na próxima fase da Sul-Americana

    Cruzeiro quer deixar Assunção com a vaga na próxima fase da Sul-Americana

"A única coisa que esse tipo de resultado te prepara melhor para frente é que te ensina a ser mais cascudo, acostumado com as decisões". A declaração de Mano Menezes após o revés na final do Campeonato Mineiro, para o arquirrival Atlético-MG, mostra o que ele espera para o jogo diante do Nacional, do Paraguai, nesta quarta-feira (10), pela primeira fase da Copa Sul-Americana.

Depois do triunfo por 2 a 1 no jogo de ida, no Mineirão, o Cruzeiro pode até empatar para garantir a classificação para a próxima fase do torneio continental. E tanto o treinador quanto o elenco esperam que a equipe tenha "mais maldade" no compromisso.

Os dois dias que antecederam a partida decisiva na competição internacional contaram com bastante conversa entre comissão técnica e plantel. Sem muito tempo para trabalhar novas formas de atuar e corrigir os erros cometidos na finalíssima do Estadual, o técnico tenta fazer ajustes por meio de reuniões.

Entre os assuntos abordados, está a possibilidade de segurar o resultado, conforme apurado pela reportagem. Uma igualdade sem gols é suficiente para dar a vaga ao time comandado por Mano Menezes. Para que isso aconteça, ele conta com a bagagem de seus atletas mais experientes, casos de Henrique e Thiago Neves.

Antes da viagem a Assunção, capital do Paraguai, Thiago Neves reforçou a importância dos jogadores mais rodados neste momento vivido pelo Cruzeiro: "A gente tem a sorte de ter uma decisão três dias depois. Os jogadores que têm mais bagagem têm de mostrar como as coisas funcionam. Vamos ver o que o Mano vai nos passar sobre o jogo e ficar atentos para sair com a classificação", afirmou.

Mesmo que o discurso seja de deixar o time "mais cascudo", a comissão técnica evita realizar alterações na escalação. O provável time é semelhante ao que enfrentou o Atlético, no domingo (7), no estádio Independência. A única mudança deve ser a troca de Rafael Sóbis, com cansaço muscular, por Ramón Ábila.

Ficha técnica
Nacional (PAR) x Cruzeiro

Motivo: jogo de volta da 1ª fase da Sul-Americana
Local: estádio Defensores Del Chaco, em Assunção (PAR)
Data: 10 de maio de 2017 (quarta-feira)
Horário: às 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Gustavo Murillo (COL)

Nacional (PAR)
Santiago Rojas; Rodrigo Rojo, Robert Servín, Víctor Dávalos e Herminio Miranda; Jonathan Santana, Juan Vieyra e Miguel Paniagua; Juan Manuel Salgueiro, Leonardo Villagra e Adam Bareiro. Técnico: Roberto Torres.

Cruzeiro
Rafael; Mayke, Leo, Kunty Caicedo e Diogo Barbosa; Henrique e Hudson; Thiago Neves, Arrascaeta e Rafinha; Ramón Ábila. Rafael Sóbis. Técnico: Mano Menezes.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos