Corinthians sobra, bate La U fora de casa e avança na Sul-Americana

Do UOL, em São Paulo

  • Luis Hidalgo/AP Phtoto

    Jadson e Jô comemoram gol marcado contra a Universidad de Chile

    Jadson e Jô comemoram gol marcado contra a Universidad de Chile

O Corinthians entrou em campo com uma ampla vantagem sobre a Universidad de Chile na noite desta quarta-feira e não fez feio. Três dias depois de conquistar o título paulista, fora de casa, o time alvinegro não se acomodou com a confortável situação e venceu chilenos por 2 a 1 para avançar à segunda fase da Copa Sul-Americana. Os gols do novo triunfo foram marcados por Rodriguinho e Jadson (assista aos gols da partida).

A equipe conseguiu se impor logo nos primeiros minutos e chegou a ter uma bola na trave quando estava 0 a 0. O domínio foi convertido em gols com Rodriguinho, que conseguiu abrir o placar em linda jogada individual, Na etapa final, Jadson fez 2 a 0 após passe de Jô. O atacante Mora diminuiu para a Universidad de Chile, mas a tentativa de reação parou por aí.

O Corinthians conhecerá seu adversário na competição continental após um sorteio realizado pela Conmebol. O mata-mata começará a ser disputado no dia 28 de junho. O segundo jogo está marcado para o mês seguinte, mais precisamente em 26 de julho.

O melhor: Rodriguinho

Claudio Reyes;AFP Photo

Atuando mais uma vez por dentro no esquema 4-2-3-1 de Carille, o meia voltou a comandar as investidas do Corinthians pelo setor. Em alguns lances, jogou bem à frente, na área chilena. No lance do gols, mostrou habilidade ao driblar o marcador e bater cruzado para balançar a rede.

O pior: Espinoza

O volante de Universidad de Chile merecia ter sido expulso de campo logo na primeira etapa do jogo. Primeiro, o jogador fez falta dura em Romero pela esquerda. Segundo depois, deu um forte carrinho nas pernas de Guilherme Arana. O árbitro do jogo só mostrou cartão no primeiro lance.

Sistema defensivo diferente

Claudio Reyes/AFP Photo

Ponto forte do time de Fábio Carille, o sistema defensivo corintiano teve duas mudanças na partida de volta. Pablo, poupado, e Fagner, suspenso, deram lugar a Pedro Henrique e Léo Príncipe, respectivamente. O jovem zagueiro atuou ao lado de Balbuena e fez uma partida segura. O lateral, por sua vez, deixou o campo machucado e foi substituído por Paulo Roberto. Já Gabriel, suspenso da decisão do Paulistão, voltou à cabeça de área.

Rodriguinho de volta e decisivo

Fora da decisão contra a Ponte Preta, Rodriguinho voltou à equipe alvinegra em grande estilo. Artilheiro do Corinthians em 2017, o meio-campista marcou o oitavo gol na temporada - todos eles em duelos de mata-mata. Nos últimos oito jogos, o jogador balançou as redes em seis oportunidades.

Meia também forçou expulsão de chileno

Com extremo sangue frio, o jogador corintiano forçou a expulsão de Reyes, já na reta final do jogo. Depois de trocarem empurrões, o chileno acertou o rosto do corintiano. Advertido com o cartão vermelho, Reyes tentou provocar Rodriguinho. Em vão. O brasileiro deu risada e chegou a dar tchau para o chileno. 

Cássio confirma a boa fase

Luis Hidalgo/Ap Photo

O goleiro corintiano mostrou mais uma vez que vive grande fase na meta. No primeiro tempo, o camisa 12 fez uma grande defesa em cabeçada de Mora. Depois, evitou um gol de Ontivero. Na etapa final, espalmou uma bola,complicada em conclusão de Pizarro.

Choro no banco de reservas

Claudio Reyes/AFP Photo

Léo Príncipe deixou o campo com dores na coxa esquerda. Substituído por Paulo Roberto em seguida, o lateral direito de 20 anos chorou sentado no banco de reservas. Em campo, o volante atuou improvisado pela direita. 

Paz nas arquibancadas

Ao contrário da primeira partida, quando torcedores chilenos entraram em confronto com a polícia no setor sul da Arena Corinthians, a paz reinou nas arquibancadas do Estádio Nacional. A torcida da La U incentivou o time até mesmo quando o placar apontava 2 a 0. Cerca de 500 corintianos assistiram à partida.

Agora, Brasileirão

Claudio Reyes/AFP Photo

Depois de nove partidas seguidas de mata-mata, o Corinthians voltará a atuar em um confronto normal. O time enfrenta a Chapecoense no próximo sábado, em Itaquera, pelo Brasileirão. Antes de voltar à Copa Sul-Americana, a equipe alvinegra disputará nove jogos pelo campeonato nacional.

FICHA TÉCNICA

UNIVERSIDAD DE CHILE 1 X 2 CORINTHIANS

Data: 10 de maio de 2017, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Competição: Copa Sul-Americana (partida de volta da primeira fase)
Local: Estádio Nacional, em Santiago (CHI)
Árbitro: Daniel Fedorczuk (URU)
Auxiliares: Richard Trinidad e Carlos Pastorino (ambos do URU)
Cartões amarelos: Espinoza, Jara, Rodríguez e Beausejour (Universidad de Chile); Romero (Corinthians)
Cartão vermelho: Reyes e Jara (Universidad de Chile)

Gols: Rodriguinho, aos 37 minutos do primeiro tempo, e Jadson, aos dez, e Mora, aos 19 minutos do segundo tempo.

UNIVERSIDAD DE CHILE: Herrera; Rodríguez, Vilches, Jara e Beausejour; Reyes, Espinoza (Schultz)e Lorenzetti (Ubilla); Ontivero (Pizarro), Benegas e Mora. Técnico: Guillermo Hoyos. 

CORINTHIANS: Cássio; Léo Príncipe (Paulo Roberto), Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel (Camacho) e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Romero (Clayton); Jô. Técnico: Fábio Carille.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos