Lucão falha e São Paulo é eliminado outra vez, agora na Sul-Americana

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

  • Ronny Santos/Folhapress

    Rogério Ceni viu o São Paulo ser eliminado pela terceira vez no ano

    Rogério Ceni viu o São Paulo ser eliminado pela terceira vez no ano

O São Paulo vai ter de apostar todas as suas fichas de 2017 no Campeonato Brasileiro. Depois de ser eliminado da Copa do Brasil e do Paulistão, o Tricolor deu adeus à Copa Sul-Americana nesta quinta-feira (11) à noite. Em pleno Morumbi, o time da casa ficou no empate por 1 a 1 com o Defensa y Justicia, da Argentina. Os gols foram marcados por Thiago Mendes e Castellani, após falha de Lucão (assista aos gols da partida).

Como havia empatado por 0 a 0 no jogo de ida, o Tricolor precisava de uma vitória simples sobre o adversário, que ocupa apenas a 15ª colocação no campeonato argentino, para seguir no campeonato. Agora, o São Paulo volta a jogar neste domingo, contra o Cruzeiro, pela abertura do nacional.

Durante o jogo, mesmo com a pausa de 17 dias depois da queda no Paulista, o Tricolor repetiu erros apresentados no início da temporada. O São Paulo chegou a abrir vantagem no placar, mas na sequência teve dificuldade para finalizar e falhou no sistema defensivo. 

Visual diferente

José Eduardo Martins/UOL
Alambrado do Morumbi com tapumes pretos

O torcedor que foi ao Morumbi estranhou o visual da casa tricolor. Como tem os direitos de arena, a Conmebol não permite que o clube mantenha qualquer tipo de publicidade no estádio durante as partidas da Copa Sul-Americana. Por isso, o Morumbi estava com tapumes pretos em todo o alambrado - apenas as placas de propaganda no campo, que foram comercializadas pela entidade continental, ficaram expostas.   

Desfalques

Rogério Ceni teve problemas na hora de montar a sua equipe. O treinador não pôde contar com Maicon e Buffarini, que cumpriram suspensão; Morato (lesionado) e Marcinho, que não foram inscritos na competição; já Araruna, Wesley e Wellington Nem ficaram sob os cuidados do departamento médico. Para complicar ainda mais a situação, o volante Cícero, com febre, foi cortado pouco antes do confronto.

Não valeu

A torcida são-paulina viu a equipe partir para o ataque logo nos primeiros instantes do jogo. Thiago Mendes tocou a bola para Cueva, que viu Lucas Pratto dentro da área e deu a assistência. O argentino recebeu e mandou o chute para o fundo das redes. No entanto, o árbitro paraguaio Ulises Mereles anotou o impedimento do centroavante. 

Agora sim, gol de Thiago Mendes

Ronny Santos/Folhapress
Comemoração de gol de Thiago Mendes, do São Paulo

O Tricolor manteve a pressão no início do jogo, criou oportunidades e abriu o placar. Aos cinco minutos,  Thiago Mendes arriscou o chute de fora da área e a bola entrou no ângulo do goleiro  Gabriel Arias. Nesta temporada, o volante disputou 23 partidas, marcou cinco gols e deu três assistências.

Zaga falha e Defensa empata

EFE/Sebastião Moreira
Castellani comemora gol

Com a vantagem no placar, o São Paulo permitiu que o Defensa reagisse. Os argentinos não demoraram para chegar ao ataque. A zaga tricolor também não colaborou e cometeu erros. Desta maneira, os visitantes empataram. Jonas Gutierrez cruzou para a área, Lucão falhou e Castellani bateu forte: 1 a 1.

Sob vaias

EFE/Sebastião Moreira
Lucão teve dificuldade na marcação

O São Paulo teve dificuldade para chegar ao gol depois do empate. Já os argentinos, nos contragolpes, quase marcaram o segundo. Bouzat teve algumas chances e Renan Ribeiro precisou trabalhar. De quebra, Lucão deu um susto na torcida e quase fez contra. O público, como era de se esperar, não gostou do que viu e vaiou o time ao fim do primeiro tempo. 

Reforço no ataque

Rogério Ceni mexeu na equipe para a disputa do segundo tempo. Para dar mais força ao ataque, Neilton, que ganhou uma oportunidade e não rendeu da maneira esperada, deu lugar a Gilberto - artilheiro do time no ano com 11 gols. Ainda na sequência da etapa final, o treinador colocou Luiz Araújo na vaga de Bruno e tirou até o peruano Cueva para colocar Thomaz. Mas o time seguia com dificuldade para chegar ao gol.

FICHA TÉCNICA

São Paulo 1 x 1 Defensa y Justicia

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitro: Ulises Mereles (Paraguai)
Auxiliares: Roberto Cañete (Paraguai) e Dario Gaona (Paraguai)
Cartões amarelos: Cardona (Defensa y Justicia); Lucão e Júnior Tavares (São Paulo)
Cartões vermelho: Alexander Barboza (Defensa y Justicia)
Gols: Thiago Mendes, aos 5 minutos do 1º tempo; Castellani aos 10 do 1º
Público e renda: 14.999 e R$ 111.856,25

São Paulo: Renan Ribeiro; Bruno (Luiz Araújo), Rodrigo Caio, Lucão e Júnior Tavares; Jucilei, João Schmidt e Thiago Mendes; Cueva (Thomaz), Lucas Pratto e Neilton (Gilberto). Técnico: Rogério Ceni.

Defensa y Justicia: Gabriel Arias; Bareiro, Cardona e Alexander Barboza; Rivero, Castellani (Elizari), Delgado, Leonel Miranda e Jonás Gutiérrez; Bouzat (Kaprof) e Andrés Ríos (Fredes). Técnico: Sebastián Beccacece.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos