Pedrada em jogador durante hino marca classificação do Oriente Petrolero

Do UOL, em São Paulo

  • Aizar Raldes/AFP Photo

    Após empate por 1 a 1, time boliviano venceu por 8 a 7

    Após empate por 1 a 1, time boliviano venceu por 8 a 7

O Oriente Petrolero garantiu nesta quinta-feira sua vaga na segunda fase da Copa Sul-Americana 2017. Jogando no Equador, o time boliviano empatou com o Deportivo Cuenca em 1 a 1, mesmo placar da partida de ida. Nos pênaltis, porém, levou a melhor e venceu por 8 a 7.

A partida foi marcada por um incidente antes mesmo do pontapé inicial. Durante a execução do hino nacional do Equador, o lateral direito Oscar Ribera foi atingido por uma pedra arremessada pela torcida. Sangrando, precisou ser atendido pelos médicos de sua equipe, mas começou normalmente o jogo.

FOX Sports 2/Reprodução
Oscar Ribera sangra após ser atingido por pedrada

Com a bola rolando, coube ao Deportivo Cuenca abrir o placar aos 44 min do primeiro tempo. Após jogada individual pela esquerda, Juan Dinenno invadiu a área, limpou a marcação e tocou na saída do goleiro para marcar.

O Oriente Petrolero, porém, chegou ao empate no fim do jogo. Aos 40 min do segundo tempo, Maximiliano Freitas anotou em cobrança de pênalti e igualou o marcador.

Com o 1 a 1 no Equador e 2 a 2 no placar agregado, a vaga foi decidida nos pênaltis. Aí, brilhou a estrela do goleiro Guillermo Viscarra, que defendeu a cobrança de Richard Schunke na série de alternadas e classificou os bolivianos.

Clique aqui e veja os gols.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos