Chapecoense tenta manter embalo por sonho do bi na Sul-Americana

Daniel Fasolin

Colaboração para o UOL, em Chapecó (SC)

  • Juan Mabromata/AFP Photo

    Reinaldo e Jonas Gutierrez disputam bola na partida Defensa y Justicia x Chapecoense

    Reinaldo e Jonas Gutierrez disputam bola na partida Defensa y Justicia x Chapecoense

A Chapecoense joga sua permanência na Copa Sul-Americana de 2017 na noite desta terça-feira (25). Atual campeão, o time foi derrotado pelo Defensa y Justicia-ARG por 1 a 0, no jogo de ida, e precisa de uma vitória por dois gols de diferença para avançar.

A partida será o primeiro grande desafio do técnico Vinicius Eutrópio no comando da equipe. Ele foi contratado para substituir Vagner Mancini e foi o primeiro técnico da Chapecoense a disputar uma partida por competições internacionais, quando o clube brasileiro estreou na Copa Sul-Americana em 2015.

Após ficar seis jogos sem vencer no Campeonato Brasileiro, a equipe ganhou dois dos últimos três compromissos na competição e deixou a ameaça do rebaixamento para ser a 11ª colocada. Eutrópio confia nesta mudança de panorama para conseguir a virada no duelo contra os argentinos.

"Nós optamos por uma equipe mais equilibrada nestes últimos jogos. Precisávamos dos resultados para nos dar tranquilidade, dar confiança a esses atletas para que eles pudessem estar a vontade dentro de campo, com alegria. Queremos um time com mais posse de bola e que possa agredir mais o adversário, mas sempre com equilíbrio. Especialmente para este jogo, quando enfrentaremos uma equipe argentina que vai catimbar o jogo e vai querer deixar o tempo passar", explicou o técnico.

Eutrópio ressaltou que sua maior mudança foi a defesa, sendo que o time sofreu apenas dois gols nos últimos três jogos. "Não foi somente a mudança tática que fez com que a gente pudesse ter bons resultados. Alguns conceitos de jogo também ajudaram muito, principalmente em nossa linha defensiva. Mudamos alguns desses conceitos, justamente para que cada jogador pudesse saber como agir em cada situação. Em contra-ataques e também quando a equipe estava com a posse de bola e a perdia. Esse também foi um fator importante para o equilíbrio da equipe", disse.

O treinador elogiou ainda o desempenho do elenco, que conseguiu se adaptar ao novo sistema mesmo com pouco tempo de treinamento. "O maior tempo de trabalho que tive, foi logo que cheguei, pude trabalhar 3 dias seguidos. Estudei bastante o que eu poderia aplicar nesses treinamentos e foquei no que estava errado. Esse grupo tem uma facilidade de entender o que eu tenho proposto, por isso os resultados vieram, mas eu estou com muita vontade de ter uma pouco mais de tempo para trabalhar mais para darmos uma passo mais a frente", afirmou.

Confiante na classificação, Eutrópio pediu o apoio da torcida para conseguir a vitória e a classificação. "No jogo de hoje até o ultimo minuto, estando 0 a 0, nós temos chance de classificar. Claro que vamos buscar o gol logo no início, então por isso o torcedor é importante. Nós nos entregaremos por completo", prometeu.

Chapecoense x Defensa y Justicia-ARG
Data:
25/07/2017
Horário: 19h15
Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Árbitro: Daniel Fedorczuk (URU)
Assistentes: Miguel A. Nieva (URU) e Gabriel Popovits (URU)

CHAPECOENSE: Jandrei; Apodi, Grolli, Fabrício Bruno e Reinaldo; Moisés Ribeiro, Lucas Marques, Lucas Mineiro e Seijas (Luiz Antônio); Artur e Túlio de Mello (Lourency). Técnico: Vinicius Eutrópio

DEFENSA Y JUSTICIA: Arias; Alvarado, Jerez Silva, Bareiro e Rivero; Miranda, Cubas, Castellani e Delgado; Kaprof e Rios. Técnico: Nelson Vivas
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos