Corinthians joga contra sina na Sul-Americana e queda para times pequenos

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

  • Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

    Gabriel e Maycon serão titulares mais uma vez nesta quarta-feira

    Gabriel e Maycon serão titulares mais uma vez nesta quarta-feira

A tarefa do Corinthians, teoricamente, é tranquila na noite desta quarta-feira. De volta à Copa Sul-Americana após quase 30 dias de intervalo, o time alvinegro precisa de um empate sem gols ou uma vitória simples contra o Patriotas-COL para avançar às oitavas de final da competição.

Líder do Brasileirão com oito pontos de vantagem e invicto há 30 partidas, o Corinthians joga contra a sina de maus resultados na história da Copa sul-Americana. A trajetória corintiana no torneio de mata-mata inclui até eliminações diante de equipes pequenas.

Antes da edição atual, o Corinthians somava apenas 14 partidas na competição, com seis derrotas e apenas quatro vitórias. Em duas ocasiões, o time acabou eliminado por clubes sem tanta tradição no cenário sul-americano.

Em 2005, com Jô entre os titulares, o Corinthians foi derrotado pelo Pumas, do México, por 3 a 0 - antes, em São Paulo, havia vencido por 2 a 1. Os resultados tiraram a equipe da semifinal. No ano seguinte, depois de eliminar o Vasco na primeira fase, o time caiu contra o Lanús - os argentinos arrancaram um empate sem gol fora de casa e fizeram 4 a 2 como mandante.

O Corinthians voltou a disputar a Copa Sul-Americana em 2007, mas não passou do primeiro mata-mata. O algoz da vez foi o Botafogo, que venceu as duas partidas, exatamente como fez o Fluminense na edição 2003, também na fase inicial.

Mudança em 2017

De volta à Sul-Americana após dez anos, seis participações na Libertadores e um título continental, o Corinthians conseguiu resultados expressivos na primeira fase ao eliminar a Universidad de Chile após duas vitórias (2 a 0 na Arena e 2 a 1 em Santiago). 

Na partida de ida contra o Patriotas, o time de Fábio Carille conseguiu salvar a invencibilidade na temporada com um gol de Balbuena nos acréscimos. Na volta, o treinador corintiano repete a estratégia ao poupar quatro titulares.

Dessa forma, Fagner, Rodriguinho, Romero e Jô darão lugar a Léo Príncipe, Marquinhos Gabriel, Clayton e Kazim, respectivamente - o camisa 7 e o lateral direito titular, porém, foram relacionados. No último dia 28, na Colômbia, Maycon, Jadson e Jô nem viajaram com o elenco. Arana, por sua vez, ficou no banco de reservas.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS x PATRIOTAS-COL

Data: 26 de julho de 2017, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Competição: Copa Sul-Americana (partida de volta da segunda fase)
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Árbitro: Roberto Tobar (CHI)
Auxiliares: Raul Orellana e Edson Cisternas (ambos do CHI)

CORINTHIANS: Cássio; Léo Príncipe, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Giovanni Augusto, Marquinhos Gabriel e Clayton; Kazim. Treinador: Fábio Carille.

PATRIOTAS: Álvaro Villete; Jesús Murillo, Danilo Arboleda, Óscar Cabezas e Nicolás Carreño; Larry Vásquez e Rafael Robayo; Carlos Mosquera, Omar Vázquez e Mauricio Gómez; César Valoyes. Treinador: Diego Corredor.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos