Ponte Preta bate Sol de América e está nas oitavas da Sul-Americana

Do UOL, em São Paulo

  • Jorge Adorno/Reuters

A Ponte Preta está nas oitavas de final da Copa Sul-Americana. A equipe de Campinas foi ao estádio Luis Alfonso Giagni, em Assunção (Paraguai), nesta quarta-feira (26) e derrotou o Sol de América por 3 a 1, tendo em Lucca a estrela da partida, com dois gols marcados - Aranha também se destacou, pegando um pênalti.

Veja os gols de Sol de América 1 x 3 Ponte Preta

O time paulista havia ganhado a partida de ida no Moisés Lucarelli por 1 a 0, avançando às oitavas com o placar agregado de 4 a 1. O adversário na próxima fase será conhecido nesta quinta-feira (27), quando Sport e Arsenal de Sarandí se enfrentam na Argentina. O clube pernambucano venceu a ida por 2 a 0.

Na partida desta quarta, os dois primeiros gols saíram em lances confusos. A Ponte Preta balançou as redes primeiro, aos 8min, quando Jadson aproveitou sobra dentro da pequena área. Javier Toledo empatou o jogo três minutos depois em uma jogada igualmente confusa.

Mesmo fora de casa e com a vantagem obtida no jogo de ida, a equipe do interior paulista jogou de igual para igual, não se contentando em ficar retraída na defesa. Deu resultado, pois Lucca foi acionado na entrada da área aos 46min, ajeitou e finalizou para recolocar a Ponte na frente no marcador.

A vantagem foi ampliada aos 8min da etapa complementar, novamente com Lucca. O atacante fez seu segundo gol no jogo em um pênalti causado por uma cabeçada de Emerson Sheik na mão de um defensor rival. A arbitragem apitou a infração, e Lucca foi para a cobrança. O jogador hesitou duas vezes na corrida, mas deslocou o goleiro rival e mandou para o fundo do gol. 

O Sol de América teve a oportunidade de reagir oito minutos depois, também em uma penalidade. Nino Paraíba derrubou Rojas dentro da área, e o árbitro marcou a falta. Giménez cobrou forte no meio do gol, mas Aranha defendeu a batida. Os paraguaios tiveram duas novas oportunidades em rebotes da mesma jogada, a primeira rebatida pelo goleiro pontepretano e a segunda mandada para fora.

Sem sofrer grandes ameaças após o pênalti, a Ponte Preta garantiu a vaga nas oitavas da competição que já foi finalista. Em 2013, o time de Campinas foi até a final da Copa Sul-Americana, porém foi derrotada pelo Lanús.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos