Corinthians decide vaga na Argentina e pressiona "time titular" de Carille

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

  • Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

    Fábio Carille durante treino do Corinthians em Avellaneda na terça

    Fábio Carille durante treino do Corinthians em Avellaneda na terça

O Corinthians fará esforços pela vaga nas quartas de final da Copa Sul-Americana, mas está claro que, entre as duas competições deste semestre, há uma prioridade. Com um olho na disputa do Brasileirão, o elenco dirigido por Fábio Carille tenta se manter vivo no torneio internacional e visita o Racing-ARG, nesta quarta-feira, em Buenos Aires. 

Agendado para 21h45 (de Brasília), o confronto é decisivo pela Sul-Americana, mas também pode ter reflexos no Brasileirão. O bom desempenho dos reservas Camacho e Marquinhos Gabriel no último domingo serviu de argumento para quem defende que Carille não tenha uma equipe titular tão definida e imutável no Corinthians, com a mesma base de 11 jogadores há seis meses.

Com Maycon e Rodriguinho no banco de reservas por questões físicas, Carille deverá escalar em Buenos Aires justamente os dois suplentes em quem mais confia nesse momento. Camacho passa a ser o segundo volante ao lado de Gabriel, com mais liberdade para avançar, finalizar de média distância e buscar passes verticais. Marquinhos entra provavelmente na ponta direita, o que leva Jadson à faixa central. Vale lembrar que Guilherme Arana ficou em São Paulo e será substituído por Marciel. 

Entre os jogos mais difíceis do Corinthians na temporada, a visita ao Racing serve como prova de fogo importante para Camacho e Marquinhos Gabriel. O primeiro é visto como alternativa à titularidade de Gabriel nas partidas em que os corintianos precisam tomar a iniciativa e ter mais jogadores com capacidade de criação. Ainda assim, o dono da posição é atleta muito respeitado no elenco e querido por torcedores, que reconhecem seu empenho e poder de marcação. 

Já Marquinhos, que enfrenta muitos problemas físicos durante a temporada, tem feito partidas convincentes quando tem a oportunidade de estar em campo. A última delas foi contra o Vasco, quando saiu do banco de reservas e criou a jogada concluída por Jô em um polêmico toque com o braço direito. No momento em que Rodriguinho e Jadson são cobrados por mais regularidade e rendimento, Marquinhos é a melhor alternativa do banco e um jogador considerado futuro titular na visão do treinador. 

Para pessoas próximas a Carille, porém, não será fácil dobrar o treinador quanto a mudanças naquela que é considerada a equipe ideal, campeã paulista e dona da melhor campanha da história de um turno no Brasileirão por pontos corridos. Ele se mostra convicto sobre essa base e aponta normalmente para o equilíbrio que a formação mais tradicional oferece dentro e fora de Itaquera. 

Em Avellaneda, bairro onde está situado o Estádio Presidente Peron, Carille ainda dá nova oportunidade a Marciel. Ele jogou há uma semana contra o Racing e foi responsável pela assistência ao gol de Maycon. Sem Guilherme Arana, que aprimora a parte muscular durante a semana em São Paulo, o volante e lateral tem sua maior prova de fogo na temporada. Inclusive para mostrar se pode herdar a titularidade caso Arana seja vendido ao fim do ano.

Com oito titulares, dois reservas importantes e um jovem promissor, o Corinthians tenta sair classificado da Argentina pela segunda vez na história das competições internacionais - time alvinegro eliminou o River na Copa Sul-Americana de 2005. Com essa missão, inicia o jogo em desvantagem após empate por 1 a 1 em São Paulo. Para ficar com a vaga nas quartas de final e enfrentar o Libertad, será necessário vencer o confronto ou empatar por dois ou mais gols. Caso o mesmo placar se repita, a decisão será nos pênaltis. 

RACING x CORINTHIANS-ARG

Data/hora: 20/09/2017, às 21h45 (de Brasília)
Local: Estádio Presidente Peron, em Buenos Aires (Argentina)
Árbitro: Leodan González (Uruguai)
Auxiliares: Mauricio Espinosa e Nicolas Taran (ambos do Uruguai)

Racing-ARG
Gómez; Solari, Vittor, Barbieri, Grimi e Soto; González, Arévalo Ríos e Zaracho; Licha López e Triverio. 
Treinador: Diego Cocca. 

Corinthians
Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Marciel; Gabriel e Camacho; Romero, Jadson e Marquinhos Gabriel; Jô. 
Treinador: Fábio Carille. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos