Ele é louco pelo Independiente, seu clube de coração. Hoje, joga no Fla

Vinicius Castro

Do UOL, em Buenos Aires (Argentina)

  • Divulgação / Independiente

    Federico Mancuello, um ídolo e hincha alucinado do argentino Independiente

    Federico Mancuello, um ídolo e hincha alucinado do argentino Independiente

Federico Mancuello não conseguiu no Flamengo o espaço que esperava, mas não resta dúvida de que o argentino é personagem nos dias que antecedem o primeiro jogo da decisão da Copa Sul-Americana. Ele viverá um momento especial na próxima quarta-feira (6), quando o Rubro-negro enfrentará o Independiente-ARG, em Avellaneda.

A explicação é simples. Mancuello se reconhece como um hincha alucinado do "Rei de Copas". O meia jogou a maior parte da carreira no clube do coração e jamais escondeu a sua paixão no futebol. A devoção é grande a ponto dele sofrer pelas cores do time. A pior coisa foi ter de sofrer por anos sem poder acompanhar nem um jogo sequer no estádio Libertadores de América.

Morador de uma província absolutamente distante de Buenos Aires, Mancuello só se encontrou com a paixão no futebol aos 14 anos, quando se tornou atleta da base do Independiente e começou a trabalhar como gandula nos jogos. A partir daí, pisar o gramado do "templo sagrado" virou a atividade favorita.

Toda a família de Mancuello torce para o Independiente. Até no CT da base do clube, o agora jogador do Flamengo é lembrado em fotos e placas. Deixar o clube argentino e se transferir ao Rubro-negro foi um "drama". O meia se despediu inúmeras vezes nas redes sociais e recebeu pedidos para que desistisse de abandonar a instituição na qual é ídolo. Só que os valores envolvidos eram consideráveis e a oportunidade de jogar no Brasil um horizonte tentador.

A paixão pelo Independiente continuou e foi até tratada com bom humor pelos rubro-negros. Mancuello também se manifesta a favor do Flamengo sempre que possível. Profissionalmente, ele não tem dúvidas em conquistar a Copa Sul-Americana pelo Rubro-negro. Se marcar contra o Independiente, no entanto, descarta qualquer comemoração.

"O Independiente é a minha vida e faz parte da minha história. É uma coisa que ultrapassa ser jogador de futebol. Isso não é segredo para ninguém. É o clube por qual toda a minha família torce. Mas lutamos o ano inteiro por essa final. Estamos aqui para buscar o título", afirmou.

Mancuello é o assunto principal nos noticiários esportivos da TV argentina. Ele foi cercado pelos jornalistas na chegada do Flamengo a Buenos Aires. Muitos, inclusive, apostam que o meia voltará a vestir as cores do Independiente-ARG. Ariel Holan, técnico do "Rei de Copas", foi um deles.

"Deve ser um momento muito difícil. O Mancuello leva o escudo do Independiente no coração. Tenho a certeza de que ele voltará a jogar aqui algum dia", encerrou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos