Fla é punido com dois jogos de portões fechados após briga no Maracanã

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • J. Ricardo/Estadão Conteúdo

    Final da Sul-Americana teve brigas e invasão de torcedores do Flamengo ao Maracanã

    Final da Sul-Americana teve brigas e invasão de torcedores do Flamengo ao Maracanã

A Conmebol anunciou a punição ao Flamengo por conta das brigas na final da Copa Sul-Americana, no último dia 13 de dezembro, no Maracanã. A entidade sul-americana puniu o Rubro-negro com dois jogos de portões fechados na disputa da Copa Libertadores deste ano.

Além disso, a Conmebol informou que aplicou uma multa de 300 mil dólares (R$ 951 mil) por conta dos incidentes na partida entre Flamengo e Independiente. O valor será debitado direto da verba dos contratos televisivos que o Rubro-negro teria direito.

Cabe recurso ao Flamengo sobre a decisão assinada por Juan Carlos Silva, Eduardo Gross Brown e Amarilis Belisario. O clube carioca já decidiu que recorrerá da punição e terá até seis dias para apresentar sua nova defesa.

"Não gostamos, mas é uma decisão que a gente tem de respeitar. Faz parte do processo o recurso e vamos esgotar as instâncias que temos direitos. Não sei se é o caso de chegar ao CAS, porque o jogo é dia 28 de fevereiro. Vamos tentar resolver no âmbito da Conmebol mesmo. Se tiver de jogar com portões fechados, a solução natural é jogar na [Arena da] Ilha", comentou o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello.

Com a decisão da Unidade de Disciplina da Conmebol, o Flamengo enfrentará o River Plate de portões fechados no dia 28 de fevereiro. O mesmo cenário se repetirá em 18 de abril, no duelo contra o integrante de seu grupo que virá da primeira fase (Macará, Deportivo Táchira, Santa Fé, Santiago Wanderes ou Melgar). Somente o duelo com o Emelec, na fase de grupos, terá a presença da torcida.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos