Derrota na final não pesou, garantem atleticanos: "já faz parte do passado"

Do UOL, em Belo Horizonte

  • AP Photo/Natacha Pisarenko

    Atlético-MG, do meia Luan, perdeu por 1 a 0 para o San Lorenzo

    Atlético-MG, do meia Luan, perdeu por 1 a 0 para o San Lorenzo

Como o Atlético-MG apresentou um futebol pouco produtivo e muito burocrático diante do San Lorenzo e foi derrota do por 1 a 0, pela Copa Sul-Americana, o resultado na final do Campeonato Mineiro poderia ser uma das explicações para a exibição tão ruim. O abatimento foi muito grande três dias atrás, quando o Galo podia perder por um gol de diferença e foi derrotado por 2 a 0 pelo Cruzeiro, que ficou com a taça. Clique aqui e confira os melhores momentos da vitória da equipe argentinta

Mas não foi o que aconteceu, pelo menos não na opinião dos próprios jogadores. Na visão dos atletas, o time até que foi bem diante do San Lorenzo apenas do placar. Para o goleiro Victor, que foi o capitão com a ausência do zagueiro Leonardo Silva, o Mineiro já é parte do passado.

"Estadual já faz parte do passado, superamos. O San Lorenzo também fez um bom trabalho defensivo, tirou a velocidade da nossa equipe. Foi um jogo equilibrado, jogo bem disputado e a gente sabia que seria nesse sentido, de mais intensidade, mais físico e de poucas oportunidades. Talvez no único lance que pecamos durante a partida fomos penalizados com o gol sofrido", analisou o goleiro atleticano.

E foi nessa mesma linha que seguiu o atacante Ricardo Oliveira. O camisa 9 participou muito pouco da partida, já que a bola quase não chegou ao ataque. Para o centroavante atleticano a derrota para o Cruzeiro também não teve peso nenhum no jogo diante do San Lorenzo.

"Não (interferiu a perda do título). Sinceramente não conseguimos aplicar nosso jogo, em criar situações de gol. No primeiro tempo até tivemos boas movimentações, ficamos com a bola e nos precipitamos na hora de encontrar o melhor passe, além de chutar de muito longe. Não conseguimos fazer o jogo que estamos acostumados a fazer, de posse de bola, movimentação e encontrar os espaços, jogando pelos lados do campo. Agora é refletir sobre esse jogo e já pensar na estreia no Brasileirão", comentou Ricardo Oliveira.

O Atlético precisa vencer por dois gols de diferença para avançar na Copa Sul-Americana. Vitória por 1 a 0 leva a decisão para os pênaltis e qualquer outro resultado dá a vaga para o San Lorenzo. Na competição continental o gol fora de casa segue como um dos critérios de desempate, o que eleva o grau de dificuldade para o duelo da volta, marcado para o dia 8 de maio, em Belo Horizonte.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos