Atlético-PR vence Flu e espera por colombiano na final da Sul-Americana

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Divulgação/Atlético-PR

    Atlético-PR não tomou conhecimento e fez 4 a 0 no Fluminense no placar agregado nas semifinais

    Atlético-PR não tomou conhecimento e fez 4 a 0 no Fluminense no placar agregado nas semifinais

O Atlético-PR venceu o Fluminense por 2 a 0, ampliou a vantagem (4 a 0 no agregado) e se classificou para a final da Copa Sul-Americana. A torcida do time carioca fez grande festa e lotou o Maracanã nesta quarta-feira, mas Nikão calou o estádio logo aos 4min do primeiro tempo. Na etapa complementar, Bruno Guimarães completou o placar.

Assista aos gols da partida.

Os paranaenses aguardam o vencedor do duelo entre os colombianos Santa Fé e Júnior de Barranquilla, que venceu o primeiro jogo fora de casa por 2 a 0 - a partida de volta ocorre nesta quinta-feira.

O Atlético-PR, portanto, trabalha em duas frentes para se classificar para a Libertadores 2019. Se for campeão da Sul-Americana, garante vaga na fase de grupos da maior competição continental. Além disso, o Rubro-negro também luta por uma vaga no G6 do Campeonato Brasileiro. Nesse caso, jogaria a pré-Libertadores.

Por outro lado, o Fluminense afunda de vez na crise que assola as Laranjeiras. O time tem outra decisão pela frente no domingo, quando receberá o América-MG, no domingo, no Maracanã. A partida é um confronto direto contra o rebaixamento, e o Tricolor precisa de um empate para se manter na elite.

Torcida comparece e faz bela festa

Mesmo diante de cenário desfavorável, a torcida do Fluminense deu prova de amor e compareceu em grande público ao Maracanã. Antes da bola rolar, na entrada dos times, os tricolores levantaram um mosaico com os dizeres "lutem até o fim". Festa bonita e mais uma motivação para os jogadores.

Atlético-PR abre placar em primeiro ataque

A torcida do Fluminense fez bela festa antes da bola rolar, após o início do jogo, no entanto, foi a vez do Atlético-PR soltar a voz no Maracanã. Logo aos 4min, Nikão aproveitou cruzamento da direita e chutou firme para o gol. Julio César ainda tentou fazer a defesa, mas não conseguiu evitar: 1 a 0. Agora os cariocas precisam de quatro gols para conseguir a vaga na final.

Flu reclama de pênaltis 

Atrás do placar, o Fluminense se lançou ao ataque, mas sem se descuidar da defesa, já que o Atlético-PR estava de olho dos contra-ataques. Em partida muito pegada e com poucos espaços, o Tricolor reclamou de dois lances de pênaltis. O primeiro, Luciano recebeu dentro da área, tentou finalizar e acertou Jonathan. Em outro lance, a bola desviou na mão de um defensor visitante. A arbitragem mandou seguir e não quis tirar qualquer dúvida com o árbitro de vídeo (VAR).

Atlético-PR repete a dose e amplia

Se no primeiro tempo o Atlético-PR abriu o placar no primeiro ataque, na etapa complementar a equipe ampliou. Em contra-ataque veloz, o time trocou passes até Cirino receber e cruzar na medida para Bruno Guimarães se antecipar a zaga e finalizar para o fundo das redes. 

Torcida do Flu se revolta e deixa estádio

O segundo gol do Atlético-PR decretou a eliminação do Fluminense, que passou a precisar de cinco gol em cerca de 30 minutos para chegar à final. Ciente da situação, o torcedor se revoltou com o lance. Muitos deixaram o estádio ainda durante a comemoração adversária. Outros perderam a cabeça e arremessaram objetos no campo. Além disso, alguns focos de confusão foram criados, mas rapidamente controlados.

FLUMINENSE 0 X 2 ATLÉTICO-PR

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 28/11/2018
Horário: 21h45 (horário de Brasília)
Árbitro: Julio Bascuñán (CHI)
Assistentes: Christian Schiemann (CHI) e Jose Retamal (CHI)
Cartões amarelo: Gum (FLU)
Gols: Nikão, aos 4min do primeiro tempo; Bruno Guimarães, aos 9min do segundo tempo

FLUMINENSE
Júlio César, Paulo Ricardo (Léo), Gum (Dodi) e Digão; Jadson, Richard, Sornoza e Ayrton Lucas; Junior Dutra, Luciano e Marcos Jr. (Everaldo)
Técnico: Marcelo Oliveira.

ATLÉTICO-PR
Santos; Jonathan, Léo Pereira, Thiago Heleno e Renan Lodi; Bruno Guimarães, Lucho González (Wellington) e Raphael Veiga (Marcinho); Marcelo Cirino (Rony), Nikão e Pablo
Técnico: Tiago Nunes

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos