! Messi marca dois, mas não evita tropeço do Barcelona diante do Almería - 06/03/2010 - UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte Campeonato Espanhol
 
06/03/2010 - 18h06

Messi marca dois, mas não evita tropeço do Barcelona diante do Almería

Do UOL Esporte
Em São Paulo
  • Lionel Messi comemora ao marcar um de seus dois gols no empate do Barcelona com o Almeria

    Lionel Messi comemora ao marcar um de seus dois gols no empate do Barcelona com o Almeria

Lionel Messi bem que tentou, mas não conseguiu garantir a vitória e a segurança que o Barcelona precisava diante de uma perseguição do rival Real Madrid no Campeonato Espanhol, que chegou neste sábado a sua 25ª rodada. Depois de duas falhas da defesa catalã que deram origem aos gols dos anfitriões, o argentino marcou duas vezes e arrancou, pelo menos, um empate por 2 a 2 diante do Almería, no estádio Juegos Mediterráneos.

Depois de muito insistir, o Real pode finalmente igualar-se em pontos ao Barcelona caso vença o quarto colocado Sevilla, ainda neste sábado, no Santiago Bernabeu.

Aparentemente nervosos em campo, os catalães tiveram o técnico Pepe Guardiola – ainda no primeiro tempo – e o atacante Ibrahimovic – no segundo - expulsos durante a partida, fatos decisivos para o tropeço que não estava nos planos do Barcelona, que agora soma 62 pontos.

Por outro lado, o Almería, dos brasileiros Diego Alves e Guilherme, segue surpreendo no segundo turno do Campeonato Espanhol, tendo a terceira melhor campanha neste período. Apesar da ascensão, os anfitriões deste sábado seguem na 13º colocação, com apenas 30 pontos e a 10 de distância tanto da zona de rebaixamento quanto da zona de classificação para a Liga Europa.

O jogo, previsto para as 16h (horário de Brasília), acabou sendo atrasado em mais de dez minutos em função da polêmica causada pela mensagem das camisas dos jogadores do Almería, com as palavras “Fuerza Chile”. A Real Federação Espanhola de Futebol não havia sido comunicada sobre as "boas intenções" dos donos da casa, e só depois do aval da entidade a partida pôde começar. Prevaleceu o bom senso e o árbitro autorizou a entrada dos jogadores com a frase em homenagem às vítimas da tragédia ocorrida no país sul-americano.

Como de costume, o Barcelona procurou valorizar a posse de bola desde o início. Com Pedro de titular e Messi jogando mais centralizado, a primeira grande chance de gol apareceu por meio de uma jogada do argentino por este setor. Depois de uma boa troca de passes, Messi encontrou Pedro dentro da área. O atacante cruzou para Ibrahimovic, que foi impedido de finalizar para o gol em função do rápido corte da defesa do Almería.

Aos 11min, o Barcelona foi surpreendido pelos anfitriões em lance de bola parada. Bernadello cobrou escanteio da direita e Cisma se antecipou a Yaya Touré para cabecear no ângulo do gol de Valdéz, abrindo o placar no estádio Juegos Mediterráneos. Em seguida, foi a vez do goleiro brasileiro Diego Alves (ex-Atlético-MG) começar a brilhar do lado do Almería, salvando cobrança de falta de Xavi, da meia-lua, e finalização de Pedro, à queima-roupa.

Victor Valdéz também precisou trabalhar, após forte chute de esquerda do também brasileiro Guilherme, ex-Vasco da Gama. Lateral esquerdo de origem, o jogador atuou pela meia e apareceu bem nos escassos ataques dos anfitriões. Aos 27min, o técnico Pepe Guardiola acabou expulso pelo árbitro depois de reclamar de pênalti não marcado em Messi, deixando sua equipe sem o seu comandante à beira do campo.

De tanto insistir e rondar a área adversária, o Barcelona chegou ao “suado” gol de empate através da genialidade de Lionel Messi. Aos 42min, o argentino cobrou falta com perfeição por cima da barreira e deixou Diego Alves sem reação, chegando ao 18º gol na competição e se isolando na artilharia do Espanhol. Na segunda etapa, a situação permaneceu a mesma, com o Barcelona todo no campo adversário, mas encontrando dificuldades para quebrar a retranca do Almería.

O time anfitrião, por sua vez, quando chegava ao ataque era sempre perigoso. E um uma rápida jogada de contra-ataque, Guilherme recebeu pela esquerda e tentou o cruzamento, rasteiro; Puyol tentou cortar e mandou direto para o próprio gol, colocando o Almería novamente na frente. O Barcelona viu a derrota ainda mais de perto quando Ibrahimovic, ao acertar um defensor do Almería sem bola, foi mais cedo para os vestiários.

Porém, Messi mais uma vez voltou a ser decisivo. Após cruzamento de Pedro pela direita, o brasileiro Guilherme afastou de cabeça para o meio da pequena área; oportunista, o argentino bateu de primeira e deixou tudo igual, ampliando ainda mais sua vantagem na artilharia (19 gols). Curiosamente, a inferioridade numérica fez bem ao Barcelona, que passou a chegar com mais perigo do que quando tinha onze jogadores. Messi continuou tentando, e Diego Alves, brilhando. O goleiro salvou mais dois chutes perigosos do argentino e segurou o empate.

La Coruña sobe

La Coruña e Tenerife abriram um pouco mais cedo a 25ª rodada do Campeonato Espanhol neste sábado. De virada, Juan Rodríguez, Guardado e Colotto garantiram a vitória para os donos da casa no estádio Riazor por 3 a 1. O resultado leva a equipe do brasileiro Filipe Luís – que segue se recuperando de lesão no tornozelo – à quinta colocação na tabela, com 41 pontos, ultrapassando o Mallorca na classificação e mantendo-se na zona da Liga Europa.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host